PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Medalhista de prata em Londres-2012 é desclassificado por doping

Davit Modzmanashvili (direita) foi medalha de prata em Londres-2012 - REUTERS/Grigory Dukor
Davit Modzmanashvili (direita) foi medalha de prata em Londres-2012 Imagem: REUTERS/Grigory Dukor

17/01/2019 20h06

Uma nova análise de amostras encarregada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) à nova Agência Internacional de Testes (ITA) revelou mais um caso de doping nos Jogos Olímpicos de Londres-2012. Trata-se do lutador georgiano Davit Modzmanashvili, que havia conquistado a medalha de prata na luta livre até 120 quilos e a perdeu após ter testado positivo para o esteroide "turinabol oral".

O COI informou nesta quinta-feira (17) sobre o teste positivo do esportista de 37 anos, que competiu em Londres como membro da equipe da Geórgia, embora desde 2017 pertença ao Comitê Olímpico do Uzbequistão.

O Comitê Olímpico Internacional pediu à Federação Internacional de Luta Livre que modifique os resultados da prova olímpica e estude as sanções competentes.

As novas análises de amostras armazenadas desde os Jogos de Londres são feitas a partir de novos métodos de detecção não disponíveis.

O COI, que promoveu a criação da ITA como organização independente da Agência Mundial Antidoping (Wada) para garantir a separação de poderes na gestão do doping, delegou a ela a seleção de amostras que convém voltar a analisar.

Esporte