PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Al-Attiyah vence Dacar pela 3ª vez nos carros, a 2ª com Baumel

17/01/2019 15h01

Pisco (Peru), 17 jan (EFE).- O catariano Nasser Al-Attiyah (Toyota) conquistou nesta quinta-feira o terceiro título do rali Dacar entre os carros, a segunda com o francês Matthieu Baumel como copiloto, mesmo completando a última etapa apenas na 12ª colocação.

Al-Attiyah, que já havia vencido o Dacar em 2011 e 2015, e Baumel, parceiro no triunfo de quatro anos atrás, administraram a vantagem confortável nos nove dias anteriores de disputa e obtiveram um tempo total de 34h38min14s.

O vice-campeonato ficou com os espanhóis Nani Roma e Alex Bravo (Mini), donos do oitavo lugar no dia e cuja marca foi 46min42s pior que a do catariano e o francês. Quem completaram o pódio foram o francês Sebastian Loeb e o monegasco Daniel Elena (Peugeot), em terceiro depois de terem obtido a segunda posição desta quinta.

A décima e última etapa, um especial de 112 quilômetros entre as cidades peruanas de Pisco e Lima, foi vencida pelos também espanhóis Carlos Sainz e Lucas Cruz (Mini). Os ficaram fora da briga pelo título porque ontem largaram com quase três horas de atraso devido a problemas mecânicos e encerraram o rali na 13ª colocação.

Nos quadriciclos, o domínio foi da argentina, com Nicolas Cavigliasso campeão, Jeremias González Ferioli vice e Gustavo Gallego em terceiro. Enquanto isso, Eduard Nikolaev, Evgeny Yakovlev e Vladimir Rybakov venceram nos caminhões pelo terceiro ano consecutivo.

Campeões dos UTVs em 2017, os brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin desta vez ficaram na terceira posição. Os campeões foram os chilenos Francisco López e Álvaro Juan León Quintanilla, e os vices, os espanhóis Gerard Farres e Daniel Oliveras Carreras.

O Dacar 2019 foi o primeiro em toda a história a ser disputado em apenas um país, com dez etapas pelo deserto do Peru. Foram percorridos mais de 5 mil quilômetros, dos quais quase 3 mil foram cronometrados. EFE

Esporte