PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com Paquetá em alta, Juve e Milan disputam título na Arábia Saudita

15/01/2019 13h33

Roma, 15 jan (EFE).- Juventus e Milan se enfrentarão nesta quarta-feira em Jeddah, na Arábia Saudita, na luta pelo título da Supercopa da Itália, em jogo no qual o meia Lucas Paquetá será titular dos 'Rossoneri' pela segunda vez seguida e no qual Cristiano Ronaldo buscará seu primeiro título com a camisa 'bianconera'.

A equipe de Turim, atual heptacampeã italiana e tetracampeã da Copa da Itália, entrará em campo como favorita, liderada por Cristiano. O português deu voltas olímpicas defendendo Sporting, Manchester United e Real Madrid e quer a primeira medalha como ídolo da Juve.

No Milan, que não é campeão desde a Supercopa de 2016 e ficou com o vice da última Copa da Itália, os destaques são Higuaín, que tentará estragar a festa de sua ex-equipe, ao mesmo tempo em que pensa em uma transferência para o Chelsea, e Paquetá. O ex-atleta do Flamengo estreou no último sábado, na vitória sobre a Sampdoria por 2 a 0 na prorrogação, justamente pela copa nacional, e foi elogiado pelo técnico Gennaro Gattuso.

"Acho que ele fez um bom primeiro tempo. Ele nos deu fôlego quando foi para o um contra um e nos ajudou muito. Ele é um brasileiro atípico, é muito preparado taticamente. É uma esponja, absorve tudo. Tem grande margem de crescimento", disse Gattuso em entrevista coletiva depois da classificação para as quartas de final.

A 'Velha Senhora' vem protagonizando uma temporada que beira a perfeição até agora. O time dirigido por Massimiliano Allegri lidera o Italiano de maneira invicta, com nove pontos de diferença para o Napoli, segundo colocado, e se classificou para as oitavas de final da Liga dos Campeões na ponta da tabela de uma chave com Manchester United, Valencia e Young Boys. O próximo adversário no torneio continental é o Atlético de Madrid.

Na Supercopa da Itália, é a sétima vez seguida que a Juventus disputa o título. O retrospecto recente aponta três vitórias e três derrotas, duas delas recentes, contra o próprio Milan em 2016 e a Lazio em 2017.

Na briga para ficar com o troféu, Allegri não poderá contar com o zagueiro Benatia, o meia Cuadrado, nem o atacante Mandzukic, todos machucados. Com a lesão do croata, Douglas Costa e Bernadeschi brigam por uma vaga ao lado de Dybala e Cristiano no ataque.

Já o Milan fez uma primeira metade de temporada com altos e baixos. É quinto colocado no Italiano, a um ponto da zona de classificação para a Liga dos Campeões, mas foi surpreendente eliminado na fase de grupos da Liga Europa.

O time entrará em campo com apenas uma baixa, o meia Suso, contundido. Entretanto, há também dúvidas em relação à vontade de jogar de Higuaín, que poderia trocar o clube de Milão pelo Chelsea ainda em janeiro.

Será a décima vez que a Supercopa da Itália será disputada fora do território italiano. Houve duas edições nos Estados Unidos (1903 e 2003), quatro na China (2009, 2011, 2012 e 2015), uma na Líbia (2002) e duas no Catar (2014 e 2016).

Prováveis escalações:.

Juventus: Szczesny; De Sciglio, Bonucci, Chiellini e Alex Sandro; Matuidi, Pjanic e Bentancur; Dybala, Bernardeschi (ou Douglas Costa) e Cristiano Ronaldo. Técnico: Massimiliano Allegri.

Milan: Donnarumma; Calabria, Zapata, Romagnoli e Rodríguez; Bakayoko, Kessié, Castillejo, Lucas Paquetá e Çalhanoglu; Higuaín. Técnico: Gennaro Gattuso.

Árbitro: Luca Banti, auxiliado por Fabiano Preti e Matteo Passeri.

Estádio: King Abdullah Sports City, em Jeddah (Arábia Saudita). EFE

Esporte