PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Itália investiga 9 pessoas por morte de torcedor antes de Inter e Napoli

27/12/2018 18h50

Roma, 27 dez (EFE).- Nove pessoas estão sendo investigadas na Itália pela morte de um torcedor que foi atropelado ontem durante um confronto entre torcedores de Inter de Milão e Napoli antes da partida entre os dois times no Estádio San Siro, em Milão.

A polícia de Milão já prendeu três dos suspeitos e trabalha para identificar o motorista que atropelou a vítima, Daniele Belardinelli, de 35 anos. Segundo a imprensa local, as autoridades não descartam ampliar o número de investigados.

Belardinelli foi atropelado antes do início do jogo durante confrontos entre torcedores dos dois times. Ele foi levado em estado grave a um hospital próximo ao estádio, mas não resistiu.

Não se sabe se Belardinelli era torcedor da Inter. Segundo o chefe da Polícia de Milão, Marcello Cardona, ele morava em Varese, no norte da Itália, e já tinha passagens criminais por se envolver em briga em estádios de futebol.

Além do atropelamento, quatro torcedores ficaram levemente feridos após serem esfaqueados.

As tensões continuaram dentro de San Siro, com os torcedores da Inter insultando os jogadores do Napoli e imitando macacos para o zagueiro senegalês Kalidou Koulibaly, que acabou expulso.

O tribunal esportivo do Campeonato Italiano decidiu punir a Inter pelos episódios racistas. O clube terá que disputar dois jogos sem torcida e deixar desocupado um dos principais setores do estádio em um terceiro jogo como mandante.

O presidente da Série A, Gaetano Micchichè, disse que vai estudar medidas para suspender imediatamente as partidas em que frases racistas forem entoadas pelos torcedores. EFE

Esporte