PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Federer diz que Zverev não merece vaias do público por incidente no Finals

17/11/2018 16h23

Londres 17 nov (EFE).- O suíço Roger Federer afirmou que o alemão Alexander Zverev, vaiado após vencê-lo neste sábado e garantir vaga na decisão do ATP Finals, não merecia esse tipo de comportamento do público e se negou a questionar a esportividade do adversário.

No tie-break do segundo set, Federer vencia por 4-3 e, após saque de Zverev, conseguiu pressionar o adversário na disputa do ponto. O alemão, no entanto, viu um boleiro deixar a bola cair e fez alerta ao juiz brasileiro Carlos Bernardes, que determinou a repetição do ponto. Na sequência, 'Sascha' anotou o ponto direito, em um ace.

"Acredito que é uma infelicidade que isso tenha ocorrido", disse Federer sobre o comportamento do público na O2 Arena, em Londres, ao vaiar o adversário durante entrevista após o fim da partida.

"'Sascha não merece isso. Ele se desculpou comigo na rede. Não questiono a esportividade dele de nenhuma maneira", completou.

Apesar de defender o adversário, Federer também disse entender a frustração do público. "São circunstâncias que acontecem e passam", afirmou o veterano tenista, de 37 anos, sobre os torcedores.

Os tenistas conversaram depois de Zverev pedir para que o ponto fosse repetido. Federer afirmou que desejou ao adversário uma grande final e que o alemão não precisava pedir desculpas pelo incidente.

"Ele não deveria se desculpar. Só mostrou o que aconteceu. Isso é do jogo. Há uma regra que diz que se algo assim ocorrer o ponto deve ser repetido", disse Federer, admitindo que foi afetado pelo lance. "Claro que me afetou, depois ele fez um 'ace'", completou.

Perguntado sobre o boleiro que provocou toda a polêmica, Federer brincou. "Eu perguntei se ele deixou a bola solta, ele disse que sim. Espero que ele não tenha uma noite de insônia", afirmou.

Esporte