PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fluminense vence Nacional no Uruguai e garante futebol brasileiro na final

31/10/2018 21h26

Montevidéu, 31 out (EFE).- O Fluminense não se intimidou no estádio Gran Parque Central, em Montevidéu, venceu o Nacional por 1 a 0 e avançou às semifinais da Copa Sul-Americana, o que significa que o Brasil já tem um representante na decisão, pois o próximo adversário do time carioca será Atlético Paranaense ou Bahia.

O herói da classificação do Tricolor foi o atacante Luciano, que balançou a rede aos 3 minutos do segundo tempo. A origem do lance foi um erro do goleiro Esteban Conde, que errou reposição e entregou a bola nos pés do meia equatoriano Junior Sornoza, que serviu o companheiro para marcar.

Nos acréscimos da etapa complementar, o atacante Matheus Alessandro, que havia saído pouco antes do banco de reservas, teve oportunidade excepcional em contra-ataque, ao ficar frente a frente com o veterano camisa 1 do Nacional, mas acabou concluindo para fora.

Pouco depois, o lateral-esquerdo uruguaio Alfonso Espino foi expulso pelo árbitro chileno Roberto Tobar, de maneira direta, por causa de falta dura em Sornoza, deixando os donos da casa com um homem a menos em campo.

Os comandados por Marcelo Oliveira carimbaram passaporte à próxima fase do torneio com a vitória simples, pois, o primeiro jogo terminou empatado em 1 a 1, há uma semana, no Maracanã.

Esta é a segunda vez, em sete participações, que o Flu alcança a semifinal da Sul-Americana. Na primeira, em 2009, o clube passou pelo Cerro Porteño, do Paraguai, mas, acabou derrotado na sequência pela LDU de Quito, do Equador, que já havia sido algoz no ano anterior, na decisão da Taça Libertadores.

Com a vitória de hoje, o Tricolor terá pela frente, obrigatoriamente, um time brasileiro, ou Atlético Paranaense ou Bahia, que se enfrentam logo mais. No primeiro jogo, o Furacão levou a melhor, na Fonte Nova, por 1 a 0, por isso, joga pelo empate na Arena da Baixada.

Esporte