PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Schelotto é punido e não poderá ficar no banco contra o Palmeiras

30/10/2018 13h35

Assunção, 30 out (EFE).- O técnico do Boca Juniors, Guillermo Barros Schelotto, foi punido pelo Tribunal Disciplinar da Conmebol hoje e não poderá se sentar no banco de reservas no jogo de volta contra o Palmeiras, nesta quarta-feira, em São Paulo, pelas semifinais da Taça Libertadores.

Um castigo semelhante foi aplicado ontem à noite ao treinador do River Plate, Marcelo Gallardo, que na noite desta terça terá que acompanhar a partida contra o Grêmio, também pela Libertadores, das tribunas da Arena do tricolor gaúcho, em Porto Alegre.

A Conmebol anunciou o gancho a Schelotto alegando "reincidente de uma falta disciplinar", depois que o técnico e todo o time se atrasaram na volta do intervalo do duelo de ida, na semana passada, que terminou com vitória 'xeneize' por 2 a 0. O ex-atacante ainda foi multado em US$ 1,5 mil, e o clube, em US$ 23 mil.

Com a punição, o Boca será comandado pelo auxiliar e irmão de Guillermo, Gustavo Barros Schelotto. A equipe de Buenos Aires pode até perder para o Palmeiras por um gol de diferença que ainda assim disputará a final do torneio continental pela 11ª vez na história.

Esporte