PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Hamilton é pentacampeão no México mesmo sem ir ao pódio; Verstappen vence

28/10/2018 18h17

Cidade do México, 28 out (EFE).- O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) conquistou neste domingo o quinto título do Mundial de Fórmula 1 da carreira ao ser quarto colocado do Grande Prêmio do México, antepenúltima corrida da temporada, vencido pelo holandês Max Verstappen (Red Bull).

Apesar de ter ficado fora do pódio após nove corridas - a última vez tinha sido o GP da Áustria, seu único abandono do ano -, Hamilton pôde comemorar o penta com duas provas de antecipação. Dessa forma, o britânico deixa para trás o alemão Sebastian Vettel (Ferrari) e o francês Alain Prost e iguala o argentino Juan Manuel Fangio, ficando atrás apenas do heptacampeão Michael Schumacher em número de conquistas.

O piloto da Mercedes foi a 358 pontos com o resultado obtido no Autódromo Hermanos Rodríguez, 66 a mais que Vettel, segundo colocado no Mundial e também na corrida no México. Restam apenas dois GPs no ano, no Brasil e em Abu Dhabi, e o alemão pode somar no máximo 50 pontos. Quem completou o pódio foi o outro piloto ferrarista, o finlandês Kimi Raikkonen.

Futuro campeão em potencial, Verstappen, de apenas 21 anos, somou a quinta vitória da carreira, a segunda no ano - foi primeiro na Áustria - e a segunda seguida na Cidade do México. A Red Bull teve tudo para formar uma dobradinha, mas o motor do carro do outro piloto da equipe, Daniel Ricciardo, quebrou quando ele vinha em segundo. O australiano, que havia largado na pole, é quem tem mais abandonos em 2018, com oito.

Verstappen fez grande largada e assumiu a liderança, enquanto Ricciardo caiu para terceiro, atrás também de Hamilton. O britânico atacou e até chegou a assumir a ponta, mas o holandês se recuperou e fez a primeira curva à frente.

Nada mudou nas seis primeiras colocações após a primeira sessão de trocas de pneus. Em sétimo, apareceu o mexicano Sergio Pérez (Force India), que segurou a troca de pneus para a 34ª volta e fez a alegria da torcida local com ultrapassagens que o permitiram ganhar seis lugares desde a largada. O piloto da casa voltou à pista em nono.

Também no 34º giro, Vettel assumiu a terceira posição em bonita ultrapassem sobre Daniel Ricciardo, uma das únicas de toda a prova. Pouco depois, no 41º, o alemão deixou Hamilton para trás para ser o segundo colocado, e Pérez abandonou por problemas mecânicos.

O campeão caiu para quarto por ter travado o pneu dianteiro esquerdo e passado reto na pista na 47ª volta em um ataque de Ricciardo, que se beneficiou e pulou para terceiro. Curiosamente, no mesmo ponto, uma volta depois, quem saiu do traçado foi Valtteri Bottas (Mercedes), que perdeu o quinto posto para Raikkonen.

De nada adiantou para Hamilton o abandono do australiano, já que Raikkonen se garantiu no pódio, atrás de Verstappen e Vettel, com uma estratégia de uma parada nos boxes a menos.

Completaram a zona de pontuação, da quinta à décima posições, nesta ordem: Bottas, o alemão Nico Hülkenberg (Renault), o monegasco Charles Leclerc (Sauber), o belga Stoffel Vandoorne (McLaren), o sueco Marcus Ericsson (Sauber) e o francês Pierre Gasly (Toro Rosso).

Esporte