PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-diretor de equipe de Lance Armstrong é banido do ciclismo

Lance Armstrong (esq) e Johan Bruyneel durante competição em 2008 - Getty Images
Lance Armstrong (esq) e Johan Bruyneel durante competição em 2008
Imagem: Getty Images

25/10/2018 06h48

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) baniu do ciclismo o ex-ciclista e diretor de equipes belga Johan Bruyneel e o médico espanhol Pedro Celaya, além de suspender por 15 anos o treinador José Martí, também nascido na Espanha.

A corte considerou comprovada que entre 1997 e 2007, os três punidos "participaram de uma elaborada e altamente eficaz trama de doping", onde ex-ciclista era "o vértice" e Martí e Celaya "participantes imprescindíveis" em um "extenso e sistemático programa de doping".

Bruyneel dirigiu neste período a equipe US Postal, do americano Lance Armstrong, que confessou fazer uso de doping e venceu de sete Tours de France, entre 1999 e 2005, conquistas que posteriormente retiradas do americano.

Desta forma, o CAS aumenta substancialmente as sanções impostas anteriormente pela Associação Americana de Arbitragem (AAA), aos três envolvidos, que eram de dez anos de suspensão para Bruyneel e oito para Celaya e Martí "após uma investigação sobre supostas múltiplas violações das regras de doping no ciclismo".

Bruyneel e Martí apelaram das sanções no CAS e a Agência Mundial Antidoping (AMA), por sua vez, apelou contra o trio e também contra a Agência de Controle Antidoping dos Estados Unidos (USADA).

O Painel do CAS que analisou os recursos considerou, segundo a decisão judicial tornada pública hoje, que as provas compunham "uma fotografia muito clara".

"Desde 1997 a 2007, Bruyneel, Martí e Celaya participaram de uma elaborada e altamente eficaz da trama de doping com Bruyneel no topo de muitas violações e Martí e Celaya como participantes imprescindíveis neste extenso e sistemático programa", acrescenta o tribunal.

Bruyneel, ciclista profissional entre 1988 e 1997, assumiu após sua aposentadoria a direção da equipe US Postal, que depois passou a ser chamada Discovery Channel.

Durante este período, Lance Armstrong venceu todas as edições do Tour da França, entre 1999 e 2005, e o espanhol Alberto Contador, em 2007, antes de assinar pela Astana, equipe em que Bruyneel também foi diretor.

Esporte