PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sem Messi, Barcelona encara Inter em duelo de líderes na Liga dos Campeões

23/10/2018 14h21

Redação Central, 23 out (EFE).- O Barcelona terá desafio complicado nesta quarta-feira contra a Inter de Milão, no estádio Camp Nou, em jogo pela liderança do grupo B da Liga dos Campeões da Europa, no mesmo dia em que o Paris Saint-Germain tentará vencer pela segunda vez na competição.

Para o time catalão, uma das grandes dificuldades será superar a ausência do atacante argentino Lionel Messi, que sofreu fratura no braço direito, durante o jogo com o Sevilla, disputado no sábado, pelo Campeonato Espanhol. O craque, devido ao problema físico, ficará afastado dos gramados por cerca de três semanas.

"Claro que nos incomoda o fato de que Leo não estará, mas, ao mesmo tempo, é um desafio para nós suprir a ausência dele e vencer os jogos que teremos pela frente. Sentiremos falta dele, mas, queremos jogar por ele, vencendo", disse o técnico do Barça, Ernesto Valverde.

O comandante 'blaugrana', segundo a imprensa local, pensa em três opções para substituir o camisa 10. A primeira seria a troca simples do argentino pelo atacante francês Ousmane Dembélé. O brasileiro Rafinha Alcântara e o chileno Arturo Vidal seriam outras possibilidades, entrando no setor de meio.

A Inter também tem uma baixa importante, a do meia belga Radja Nainggolan, que sofreu lesão no tornozelo esquerdo, durante o clássico com o Milan, pelo Campeonato Italiano, disputado no domingo. O espanhol Borja Valero e o argentino Lautaro Martínez disputam a posição no time titular.

As duas equipes que duelarão no Camp Nou venceram os dois compromissos que fizeram na Liga dos Campeões até o momento. O Barça tem ligeira vantagem no saldo de gols, por seis a dois, no entanto, o primeiro critério de desempate na competição é o desempenho nos confrontos diretos.

Na outra partida do grupo B que acontecerá nesta quarta-feira, PSV Eindhoven e Tottenham se enfrentarão em situação desesperada, na Holanda. O perdedor, embora não corra risco de eliminação nesta terceira rodada, ficará quase sem chances de avançar às oitavas de final.

O Paris Saint-Germain, que voltará a contar com o atacante Neymar, poupado no fim de semana, receberá o Napoli, no estádio Parc des Princes. A equipe francesa está apenas na terceira colocação do grupo C, com três pontos, atrás do time italiano, que está na liderança, e do Liverpool.

O único resultado positivo, a goleada sobre o Estrela Vermelha por 6 a 1, no entanto, ficou sob suspeita, pois, de acordo com o jornal "L'Équipe", um diretor do representante sérvio teria apostado 5 milhões de euros (R$ 21,1 milhões) em uma derrota por cinco gols de diferença. O caso está sendo investigado pela Uefa.

No estádio Anfield Road, os atuais vice-campeões continentais tentarão se reabilitar de derrota para o Napoli, enfrentando a equipe de Belgrado. O Liverpool, co-líder do Campeonato Inglês, ao lado do Manchester City, está com três pontos na competição continental.

No grupo A, Borussia Dortmund e Atlético de Madrid fazem mais um duelo de times com aproveitamento de 100% no torneio, em partida que acontecerá no estádio Signal Iduna Park. Os donos da casa levam ligeira vantagem no saldo de gols, por quatro a três.

Em situação parecida com a de PSV e Tottenham, Club Brugge e Monaco, ambos zerados na chave, se enfrentarão na Bélgica. O jogo marca a estreia do francês Thierry Henry, sucessor do português Leonardo Jardim no clube do Principado, como treinador na Liga dos Campeões.

No grupo D, Porto e Schalke 04, que dividem a liderança, com quatro pontos, jogarão fora de casa nesta quarta-feira. A equipe portuguesa visitará o Lokomotiv Moscou, que não marcou pontos. O time de Gelsenkirchen, por sua vez, vai até a Turquia, duelar com o Galatasaray.

Esporte