PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sem Éverton e atento a Luan, Grêmio encara River em duelo de tricampeões

22/10/2018 17h29

Buenos Aires, 22 out (EFE).- Em um duelo entre times que já venceram a Taça Libertadores três vezes, o Grêmio abrirá as semifinais do torneio continental nesta terça-feira em partida contra o River Plate no estádio Monumental de Nuñez, na qual terá o importante desfalque do meia-atacante Éverton.

As semifinais da Libertadores deste ano tem quatro equipes de muita tradição na competição e que reúnem um total de 13 títulos, já que o outro confronto tem o hexacampeão Boca Juniors e o Palmeiras, que deu a volta olímpica em 1999.

Na luta para ir à sua sexta final, a segunda seguida, o Tricolor viajou neste domingo para Buenos Aires sem Éverton, jogador que vem sendo convocado para a seleção brasileira depois da Copa do Mundo e que sofreu uma lesão muscular na coxa direita.

Já o meia Luan está recuperado de uma inflamação na planta do pé direito e ainda assim não viajaria para a Argentina, mas insistiu muito e faz parte da delegação, embora ainda não tenha presença confirmada no duelo no Monumental.

Alisson mais uma vez será o substituto de Éverton, e Jean Pyerre começará jogando caso Luan não tenha condições. Além disso, o volante Ramiro, que se recuperou de uma contusão no joelho direito, tem presença confirmada.

"Contra o River, será uma disputa eletrizante. É um confronto de duas das equipes mais fortes do continente. Ainda não descartamos o Brasileirão (está em quinto lugar), mas o nosso foco e o da torcida está na Libertadores, mesmo sendo um objetivo muito difícil", comentou o técnico Renato Gaúcho.

O River vinha com moral alto, em meio a uma sequência de 32 partidas de invencibilidade, mas foi derrotado pelo Colón na última sexta, pelo Campeonato Argentino, do qual, contudo, é apenas o nono colocado.

O treinador Marcelo Gallardo terá a volta do goleiro Armani, recuperado de um problema na coxa direita, e do meia Martínez, que vinha sendo desfalque por uma lesão na coxa esquerda. Por outro lado, por opção técnica, o atacante Pratto, ex-jogador de Atlético-MG e São Paulo, será banco e dará lugar a Santos Borré.

"Contra o Grêmio, vamos ser avassaladores em nosso campo, com a nossa torcida. O Grêmio é um adversário duro porque são duas equipes que gostam de ficar a bola e têm qualidade técnica. Enfrentaremos o último campeão, vai a ser uma eliminatória dura", analisou Gallardo.

A definição da classificação acontecerá na terça-feira da semana que vem, em partida na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.



Prováveis escalações:.

River Plate: Armani; Montiel, Maidana, Pinola e Casco; Ponzio, Palacios, Quintero (ou Fernández) e Martínez; Scocco e Santos Borré. Técnico: Marcelo Gallardo.

Grêmio: Marceo Grohe; Leo Gomes, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Ramiro, Cícero, Jean Pyerre (ou Luan) e Alisson; Jael. Técnico: Renato Gaucho.

Árbitro: Víctor Carrillo (Peru), auxiliado pelos compatriotas por Jonny Bossio e Víctor Raez. Os uruguaios Leodan González, Esteban Ostojich e Richard Trinidad e o chileno Enrique Osses serão os responsáveis pelo VAR.

Estádio: Monumental de Nuñez, em Buenos Aires.

Esporte