PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Raikkonen vence nos EUA, Hamilton chega em 3º e não consegue garantir título

21/10/2018 17h01

Austin (EUA), 21 out (EFE).- O finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, levou a melhor neste domingo o Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1, em que o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, chegou na terceira posição, mas não conseguiu garantir por antecipação o título de campeão da temporada.

O "Homem de Gelo", como é conhecido, pulou na frente logo na largada, em que o líder da competição ocupou a pole position, e contou com o bom rendimento da escuderia italiana, alcançando a 21ª vitória na carreira, ultrapassando o compatriota Mika Hakkinen no ranking de vencedores da categoria, se tornando o piloto da Finlândia com mais vitórias na categoria.

Hamilton, que optou por uma estratégia de duas paradas, ficou em terceiro, atrás do holandês Max Verstappen, da Red Bull, e uma posição a frente do alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, com quem disputa o título. Com isso, o britânico chegou a 346 pontos e só precisará ser sétimo na próxima etapa, no México, para ser campeão, independente do desempenho do rival.

Se o concorrente não conseguir ganhar a prova no circuito de Hermanos Rodríguez, o piloto da Mercedes comemorará o pentacampeonato da categoria, que o igualará ao argentino Juan Manuel Fangio, mesmo que fique fora da zona de pontuação.

Hoje, o dono do carro 44 precisava ficar oito pontos na frente de Vettel, para arrebatar a taça, mas, depois de ser ultrapassado por Raikkonen na largada, mudou a tática durante a entrada do Carro de Segurança Virtual, que foi acionado na nona volta, mas, a manobra não deu certo.

Hamilton acabou ficando logo atrás de Verstappen, a quem ainda atacou nas voltas finais, chegando a sair da pista. O holandês foi um dos grandes nomes da prova realizada no Circuito das Américas, em Austin, em que largou na 18ª posição, devido acidente durante o Q1 do treino de classificação, e mais punição por troca do câmbio.

Vettel, por sua vez, esteve perto de colocar tudo a perder, pois, enquanto Raikkonen pulava para a ponta, acabou se envolvendo em toque com o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, caiu para o fim da fila e foi obrigado a fazer trabalho de recuperação. Na penúltima volta, ainda ultrapassou o finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, para conseguir o quarto lugar.

O alemão, dessa forma, conseguiu adiar a definição do campeão, mas, terá missão ingrata a partir da semana que vem, no GP do México, que terá que vencer, assim como no Brasil e Abu Dhabi, torcendo para que Hamilton não marque mais do que quatro pontos nas três etapas finais.

O 'top-10' do Grande Prêmio dos Estados Unidos foi completado pelo alemão Nico Hulkenberg e o espanhol Carlos Sainz, ambos da Renault, em sexto e sétimo, respectivamente, o francês Esteban Ocon, da Force India; o dinamarquês Kevin Magnussen, da Haas, e o mexicano Sergio Pérez, também da Force India.

Esporte