PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Chelsea marca gol no fim e arranca empate com o Manchester United em Londres

20/10/2018 17h32

Londres, 20 out (EFE).- O Chelsea se salvou nos instantes finais, após levar virada e conseguiu arrancar empate com o Manchester United em 2 a 2, em partida disputada neste sábado no estádio Stamford Bridge, em Londres, em dia de vitórias de Manchester City e Liverpool, que ocupam os dois primeiros lugares na tabela.

O herói dos anfitriões foi o meia inglês Ross Barkley, que balançou a rede aos 51 minutos do segundo tempo, em meio a uma ofensiva dos 'Blues', que incluiu uma bola na trave cabeceada pelo zagueiro David Luiz, concluída no rebote pelo companheiro.

O placar foi aberto pelo Chelsea aos 21 da etapa inicial, pelo zagueiro alemão Antonio Rüdiger, que testou para o gol, após escanteio cobrado da direita pelo meia Willian. Depois do intervalo, aos 10 e aos 28, o atacante francês Anthony Martial comandou a reviravolta para os Diabos Vermelhos.

No jogo de hoje, os comandados pelo italiano Maurizio Sarri ainda contaram com o volante brasileiro naturalizado italiano Jorginho, que começou entre os titulares. No United, o meia Andreas Pereira entrou em campo nos instantes finais, enquanto o volante Fred passou 90 minutos no banco.

Com o empate, o Chelsea chegou aos 21 pontos, ficando dois pontos atrás do Manchester City e Liverpool, que chegaram as 23 com as vitórias de hoje.

O Manchester United, por sua vez, ao ceder empate, desperdiçou oportunidade de se aproximar da zona de classificação para competições continentais. Os comandados pelo português José Mourinho chegaram aos 14 pontos, ocupam a nona posições, mas, ainda podem ser ultrapassados por Leicester e Everton nesta rodada.

No Etihad Stadium, os 'Citizens' atropelaram o Burnley, vencendo duelo por 5 a 0 e aumentaram ainda mais o saldo de gols, item que vem sendo crucial para definir o líder do Campeonato Inglês, devido a constante igualdade, pelo menos, entre dois concorrentes pelo título.

Os comandados pelo espanhol Josep Guardiola foram avassaladores, especialmente no segundo tempo, quando marcaram com o meia português Bernardo Silva, o volante Fernandinho, o meia-atacante argelino Riyad Mahrez e o atacante alemão Leroy Sané. Na etapa inicial, coube ao atacante argentino Sergio Agüero abrir o placar.

Com a vitória, além de chegar aos 23 pontos, o Manchester City alcançou a marca de 23 gols de saldo, dez a mais que o Liverpool, que alcançou a mesma pontuação ao superar o vice-lanterna Huddersfield, na casa do adversário, por magro 1 a 0.

O artilheiro solitário da partida foi o atacante egípcio Mohamed Salah, que chegou a ser dúvida para entrar em campo. O camisa 11 balançou a rede aos 24 do primeiro tempo, após receber passe na medida do meia suíço Xherdan Shaqiri.

Discreto no Inglês, em que vem sofrendo com inúmeros desfalques, o Tottenham chegou aos 21 pontos neste sábado, ao derrotar o West Ham por 1 a 0, no Estádio Olímpico de Londres. O meia argentino Erik Lamela definiu o placar do duelo, ao marcar aos 44 da etapa inicial.

No duelo entre duas das principais surpresas da competição, o Watford passou pelo Wolverhampton por 2 a 0, fora de casa, e saltou para a sétima posição. O meia francês Étienne Capoue e o meia argentino Roberto Pereyra balançaram a rede para os visitantes.

Imediatamente a frente dos dois times está o Bournemouth, que empatou em seus domínios com o Southampton em 0 a 0, com isso, chegou aos 17 pontos, um a menos que o Arsenal, último integrante da zona de classificação para competições continentais.

Ainda neste sábado, o Brighton se afastou da zona de rebaixamento, ao vencer o agora lanterna Newcastle por 1 a 0, mesmo atuando como visitante. O Cardiff, por sua vez, deixou a última posição, ao superar o Fulham por 4 a 2, no País de Gales.

Esporte