PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Meia de seleção inglesa de futebol feminino é ameaçada de morte no Instagram

19/10/2018 11h24

Londres, 19 out (EFE).- A jogadora de futebol Karen Carney, que atua no Chelsea e na seleção inglesa feminina, denunciou ter recebido várias ameaças de morte e de violência sexual através da rede social Instagram.

As mensagens do acusado, que já foram deletadas, começavam da seguinte forma: "Quantas chances você precisa para marcar no segundo tempo?", em texto que era acompanhado de insultos, ameaças de morte e de estupro.

O Chelsea afirmou que esses fatos são "horríveis e inaceitáveis" e Phill Neville, treinador da seleção feminina da Inglaterra, disse que o episódio é uma "desgraça absoluta".

"A federação inglesa de futebol (FA, na sigla em inglês) leva muito a sério essas questões. O insulto a jogadores nas redes sociais é uma séria preocupação e fazemos um pedido à polícia e às redes sociais para que façam o possível para ajudar a erradicar este problema crescente", escreveu a FA em comunicado.

Carney, que 31 anos e atua como meia, vestiu o uniforme da seleção inglesa em 133 ocasiões após estrear com a equipe em 2005.

A jogadora não denunciará o ocorrido à polícia, segundo informou a emissora britânica "BBC".

Esporte