PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cúpula da FA aprova plano para vender Wembley a bilionário dono do Fulham

27/09/2018 14h59

Londres, 27 set (EFE).- A cúpula da diretoria da federação inglesa de futebol (FA, na sigla em inglês) aprovou nesta quinta-feira o plano de vender o Estádio de Wembley, em Londres, ao empresário paquistanês-americano Shahid Khan por 600 milhões de libras (R$ 3,15 bilhões).

A conclusão da negociação ainda está pendente da avaliação do conselho da FA, que é composto por representantes clubes de primeira divisão, ligas regionais, do futebol feminino, futsal, e outras entidades. Este grupo votará a projeto no dia 11 de outubro deste ano.

"A cúpula da diretoria da FA aceitou apresentar o plano de venda ao conselho do FA, para assegurar que todos os detalhes estão sobre a mesa", divulgou a entidade, em comunicado.

De acordo com o plano de venda aprovado hoje, ao montante pago pelo estádio ainda seriam somados outros 300 milhões de euros (R$ 1,57 bilhão), ligados a lucros futuros do local.

Khan, que é dono do Fulham, clube que disputa a primeira divisão do Campeonato Inglês, e do Jacksonville Jaguars, que integra a liga profissional de futebol americano dos Estados Unidos (NFL), fez a oferta para adquirir o estádio em abril deste ano.

De acordo com o projeto apresentado, a única diferença com a atual gestão de Wembley é que, entre setembro e novembro, devido da temporada regular da NFL, o estádio não estaria disponível para a seleção inglesa de futebol.

Esporte