PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Vettel afirma que quer mais do que o pódio no GP da Itália

30/08/2018 17h17

Monza (Itália), 30 ago (EFE).- Depois de vencer na Bélgica e diminuir a vantagem do britânico Lewis Hamilton (Mercedes) na liderança do Mundial de Fórmula 1 para 17 pontos, o alemão Sebastian Vettel (Ferrari) afirmou nesta quinta-feira que quer mais do que um pódio no próximo domingo, quando os pilotos voltam à pista para a disputa do Grande Prêmio da Itália, no circuito de Monza.

"O pódio aqui é sempre algo especial. Obviamente, depende com que cor, com que carro você alcança isso. Mas aqui quero mais do que um pódio", disse Vettel, que conquistou a primeira de suas 51 vitórias na categoria exatamente em Monza, a bordo da Toro Rosso.

Vettel recordou a conquista de 2008, com a escuderia italiana, à época equipada com motor Ferrari, para citar que os torcedores locais não ficaram tão contentes quando ele chegou ao topo do pódio em 2013, seu último triunfo no circuito, já no comando da Red Bull.

"Não entendi bem o motivo. Não sabia que tinha feito algo errado", brincou Vettel em entrevista coletiva.

"Monza é o coração da Itália, o público é muito passional. Subir aqui com a cor adequada está tudo certo. Mas, desta vez, quero algo a mais", disse o tetracampeão mundial.

A Ferrari não vence em Monza desde 2010, com Fernando Alonso. Apesar da vitória de ponta a ponta na Bélgica, Vettel indicou que não está seguro de que o domínio possa se repetir na Itália.

"Não estou tão seguro que tenhamos sido tão dominantes assim no fim. Melhoramos o carro e Monza é uma pista muito parecida à de Spa em algumas coisas, mas não em todas", indicou Vettel.

Perguntado se acredita que a Mercedes está preocupada em ter perdido a hegemonia dos últimos anos na Fórmula 1, Vettel se limitou a dizer como está o clima dentro da Ferrari.

"Não sei o que eles sentem na Mercedes, eles foram superiores nos últimos anos, mas queremos vencê-los. E, para isso, temos que trabalhar duro e sermos melhores do que eles", disse o alemão.

Esporte