PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Conmebol nega recurso, e técnico do Boca não estará no banco nesta quinta

30/08/2018 12h15

Assunção, 30 ago (EFE).- O técnico Guillermo Barros Schelotto não comandará o Boca Juniors do banco de reservas nesta quinta-feira, no jogo com o Libertad, pela volta das oitavas de final da Taça Libertadores, após recurso contra suspensão imposta pela Conmebol ser rejeitado.

O comandante 'xeneize' foi punido com uma partida de "gancho" pelo Comitê Disciplinar da entidade continental, por entrar em campo com atraso no jogo de ida, em que o time argentino levou a melhor por 2 a 0, no estádio de La Bombonera.

Em comunicado, a Conmebol anunciou hoje que a Câmara de Apelações rejeitou o recurso apresentado pela direção do Boca.

Com isso, o time de Buenos Aires terá como técnico na partida de hoje, no estádio Defensores de Chaco, em Assunção, Gustavo Barros Schelotto, irmão de Guillermo, que exerce a função de auxiliar.

Esporte