PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cruzeiro coloca confortável vantagem em jogo contra o Flamengo no Mineirão

28/08/2018 14h28

Redação Central, 28 ago (EFE).- Cruzeiro e Flamengo se reencontrarão nesta quarta-feira, pelas oitavas de final da Taça Libertadores, três semanas depois que o time mineiro passou pelo carioca por 2 a 0, em pleno Maracanã, e deu grande passo para avançar na competição.

No último dia 8, Thiago Neves e o uruguaio Giorgian de Arrascaeta marcaram os gols que colocaram a Raposa perto das quartas de final. Com o resultado, os comandados por Mano Menezes podem perder por um gol de diferença que garantirão a vaga.

O Fla, por sua vez, terá que calar o Mineirão com vitória por dois gols de diferença, sendo que o 2 a 0 forçaria a disputa de pênaltis. Os demais resultados por esta margem dá vitória no tempo normal, assim como por três ou mais gols.

O problema para o time da Gávea é que a última vez que superou o Cruzeiro, em Minas, por algum destes placares foi em 10 de maio de 1991, pelo Campeonato Brasileiro. No Mineirão, o Rubro-Negro superou a Raposa por 2 a 0, graças a dois gols do meia Nélio.

Apesar da proximidade com o segundo duelo com o Flamengo pela Libertadores, o Cruzeiro entrou em campo com time quase completo no sábado, quando derrotou o Fluminense por 2 a 1, pelo Campeonato Brasileiro, em que chegou a 30 pontos, se mantendo na sétima colocação.

Na partida do fim de semana, apenas o zagueiro Léo e o lateral-esquerdo Egídio foram poupados, com o segundo entrando no decorrer do segundo tempo. Por outro lado, Raniel foi começou a partida, deixando o argentino Hernán Barcos no banco. Os dois disputam posição para o compromisso desta quarta-feira.

Outra briga que está aberta é a da lateral-direita, em que Edílson, que atuou contra o Flamengo há três semanas, tenta se manter no 11 inicial, enquanto o volante argentino Lucas Romero é opção para atuar no setor, após ter agradado nas partidas em que jogou improvisado.

No mais, muito provavelmente, Fábio seguirá no gol do time mineiro, Dedé estará na linha de zaga, Henrique e Lucas Silva serão os volantes, e Robinho, Thiago Neves e De Arrascaeta serão os meias ofensivos.

A equipe da Gávea volta à Belo Horizonte, depois do decepcionante empate com o América Mineiro em 2 a 2, que resultou em aumento da vantagem do São Paulo na liderança do Brasileirão. O Fla agora aparece quatro pontos distante do primeiro colocado na tabela.

Com relação ao jogo de ida com o Cruzeiro, uma mudança é certa para a partida desta quarta-feira, o retorno do jovem meia Lucas Paquetá. Fora por suspensão no Maracanã, o recém-convocado por Tite para defender a seleção brasileira ocupará o lugar de Jean Lucas.

No sistema defensivo e no meio, o Flamengo não deverá ter mudanças com relação a escalação que a torcida se acostumou, com Diego Alves; Rodinei, Léo Duarte, Réver e Renê; Cuéllar, Paquetá, Diego e Éverton Ribeiro.

As dúvidas estão depositadas no setor ofensivo, que não vem agradando. O colombiano Fernando Uribe, recém-contratado, sequer foi relacionado. Vitinho deverá começar jogando, do lado de Henrique Dourado ou do promissor Lincoln.



Prováveis escalações:.

Cruzeiro: Fábio; Edilson (ou Romero), Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Robinho, Thiago Neves e De Arrascaeta; Raniel (ou Barcos). Técnico: Mano Menezes.

Flamengo: Diego Alves; Rodinei, Léo Duarte, Réver e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Diego e Everton Ribeiro; Vitinho e Henrique Dourado (Lincoln). Técnico: Mauricio Barbieri.

Árbitro: Andrés Cunha (Uruguai), auxiliado pelos compatriotas Nicolás Tarán e Mauricio Espinosa.

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte.

Esporte