PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com Simeone na arquibancada, Fiorentina goleia; Inter volta a tropeçar

26/08/2018 18h42

Roma, 26 ago (EFE).- Depois de perder para o Sassuolo na estreia do Campeonato Italiano no último final de semana, a Inter de Milão voltou a tropeçar neste domingo, ao ceder empate para o Torino por 2 a 2, em San Siro, após estar ganhando por dois gols de vantagem, enquanto a Fiorentina goleou o Chievo, em casa, por 6 a 1, com o técnico Diego Simeone na arquibancada para ver seu filho jogar.

O início da temporada continua sendo muito amargo para a Inter, que após investir muito na janela de transferências esperava ser o principal rival da Juventus na briga pelo título do torneio. No entanto, o time voltou a decepcionar hoje e já está cinco pontos atrás da 'Velha Senhora', que venceu ontem a Lazio por 2 a 0.

Os primeiros minutos da Inter até agradaram o torcedor 'nerazzurri' no San Siro. Aos 6 minutos, Ivan Perisic abriu o placar para os donos da casa e, aos 33, Sten de Vrij ampliou. No entanto, no segundo tempo, o Torino igualou o jogo e conseguiu o empate.

Aos 10 da etapa final, Samir Handanovic saiu mal do gol, e Andrea Belotti não perdoou. O empate saiu 13 minutos depois, dos pés do francês Soualiho Méité. E os visitantes foram até em busca da vitória, mas a Inter conseguiu segurar o resultado até o fim.

A equipe comandada por Luciano Spalletti deixou o gramado bastante vaiada, uma situação oposta a registrada no Artemio Franchi, onde a Fiorentina goleou o Chievo por 6 a 1.

Os donos da casa abriram dois gols de vantagem no primeiro tempo, com Nikola Milenkovic e com o brasileiro Gerson, que fazia sua estreia pelo novo clube após ser emprestado pela Roma.

No segundo tempo, Marco Benassi ampliou aos 4 minutos, e Enrico Chiesa, aos 29, com passe de Gerson, fez o quarto da Fiorentina.

Nenad Tomovic marcou o gol de honra do Genoa cinco minutos depois, mas os anfitriões estavam decididos a marcar mais. Nos acréscimos, Benassi fez seu segundo no jogo e Giovanni Simeone, para alegria de seu pai nas arquibancadas, fechou o placar.

Nos outros jogos deste domingo, o Genoa venceu o Empoli por 2 a 1. Krzysztof Piatek e Christian Kouame marcaram para os donos da casa. Samuel Mraz descontou nos acréscimos.

A partida no Luigi Ferraris foi marcada pela lembrança das vítimas da tragédia com a ponte que caiu na cidade de Gênova.

Os torcedores permaneceram em silêncio por 43 minutos - o número de mortos no acidente - e iniciaram uma grande salva de palmas depois desse período, enquanto o placar do estádio mostrava os nomes de todos os falecidos.

Já Udinense conquistou a primeira vitória no Italiano ao bater a Sampdoria por 1 a 0. O único gol foi marcado por Rodrigo De Paul.

Pelo mesmo placar, o Spal passou pelo Parma. O gol decisivo de Mirko Antenucci garantiu o triunfo para a equipe da casa no Estádio Renato Dall'Ara, resultado que deixa o Spal ao lado de Juventus e Napoli na liderança do torneio, com seis pontos.

Além disso, o Sassuolo arrancou um empate diante do Cagliari, fora de casa, por 2 a 2, com um gol de Kevin Prince Boateng, de pênalti, aos 54 minutos do segundo tempo. Antes, Leonardo Pavoletti, duas vezes, e Domenico Berardi tinham balançado as redes.

Em Turim, Frosinone e Bologna empataram sem gols.

A segunda rodada será encerrada amanhã, quando a Roma recebe a Atalanta no Estádio Olímpico de Roma.

Esporte