PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ricciardo diz que desejo de "mudança" motivou acordo com a Renault

23/08/2018 12h23

Redação Central, 23 ago (EFE).- O piloto australiano Daniel Ricciardo, que trocará a Red Bull pela Renault a partir da próxima temporada, explicou nesta quinta-feira que precisava de "uma mudança" e admitiu que não espera vencer com a nova escuderia no primeiro ano de contrato.

"Não foi uma decisão fácil, simplesmente cheguei a um ponto em que tenho me sentido preparado para uma mudança. Houve momentos de frustração, não pela equipe, mas por mim mesmo. Estou pronto para um novo desafio", explicou em entrevista coletiva antes do início das atividades do Grande Prêmio da Bélgica, no circuito de Spa-Francorchamps.

Ricciardo, vencedor de duas corridas nesta temporada (Azerbaijão e Mônaco), negou que o ambiente esteja ruim na Red Bull e disse que a vontade de melhorar não diminuiu.

No entanto, reconheceu que Mercedes e Ferrari são as favoritas para o título do campeonato e que não espera nada diferente em 2019. Segundo o australiano, a Renault não poderá prometer condições suficientes para uma briga pelo título no início.

"No ano que vem não acredito que mude muito. Mas o médio prazo é muito promissor, (a Renault) progrediu muito e me motivou, está desenvolvendo muitas coisas na fábrica e acho que o que estão fazendo com as finanças, onde gastam, mostra que querem ganhar o mais rápido possível", comentou.

"Não me disseram que vamos ganhar em Melbourne no ano que vem, mas a realidade é que vai ser um processo, mas esperemos que seja o mais rápido possível", analisou Ricciardo.

Esporte