PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Capitã da Espanha na Fed Cup, Anabel Medina dará adeus às quadras no US Open

27/07/2018 15h39

Madri, 27 jul (EFE).- A espanhola Anabel Medina Garrigues, capitã da Espanha na Fed Cup, anunciou nesta sexta-feira que vai deixar as quadras como jogadora após o US Open, torneio no qual competirá na chave de duplas a partir do dia 27 de agosto.

"É o momento de fechar uma etapa e dizer adeus. Só resta lembrar como foi lindo o caminho. Em Wimbledon, em 2016, tive uma séria lesão no ombro que me fez mudar as perspectivas da minha carreira. Consegui chegar aos Jogos Olímpicos nesse ano, mas meu ombro piorou. Sempre tive a dúvida se me aposentaria jogando e tomei a decisão de voltar a jogar novamente. Meu ombro está muito melhor, mas não está 100%, e eu também não estou. Não quero prejudicar minha companheira de dupla. Por isso, decidi encerrar minha carreira no US Open", disse.

Aos 36 anos, Medina tem no currículo 39 títulos, sendo 11 individuais e 28 em duplas, entre eles, duas conquistas em Roland Garros. Em 2014, a tenista abandonou os torneios de simples.

Em 2017, após a lesão, Medina começou a treinar a letã Jelena Ostapenko, que venceu a edição daquele ano de Roland Garros. "Naquela época, passei a trabalhar como treinadora de Ostapenko. Tivemos um ano fabuloso, ganhamos Roland Garros, e a federação me chamou para ser capitã da equipe espanhola na Fed Cup", lembrou.

A tenista agradeceu à sua atual parceira dentro de quadra nas últimas duas temporadas, Arantxa Parra, e a Virgínia Ruano, com quem ganhou a medalha de prata olímpica nos Jogos de Pequim, em 2008, e os torneios de Roland Garros em 2008 e 2009.

"Aconteceu comigo quando chegou o dia em que meu corpo disse que não aguentava mais e eu deixei as disputas de simples. Agora é o mesmo nas duplas. É hora de começar uma nova etapa, mas estarei sempre ligada ao tênis", destacou.

Esporte