PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Estádio que receberá Supercopa da Espanha está sem luz por dívidas

Estádio Ibn Battuta, em Tânger (Marrocos), será palco de Barcelona x Sevilla - Sonarges/Divulgação
Estádio Ibn Battuta, em Tânger (Marrocos), será palco de Barcelona x Sevilla Imagem: Sonarges/Divulgação

Da EFE, em Tânger (Marrocos)

26/07/2018 17h54

O estádio Ibn Battuta de Tânger, no Marrocos, que receberá no dia 12 de agosto a partida entre Barcelona e Sevilla pela Supercopa da Espanha, está há mais de 24 horas sem luz devido à falta de pagamento.

Segundo fontes ouvidas pela Agência Efe nesta quinta-feira, a empresa Sociedad Nacional de Realización y Gestión de Estadios (Sonarges), responsável pela administração do local, está com as contas dos últimos seis meses atrasadas e a fornecedora de energia elétrica cortou a luz do estádio até que o pagamento seja quitado.

Apesar da situação, as autoridades locais e nacionais garantem que a realização do evento não está ameaçada. Esta será a primeira vez na história que a Supercopa da Espanha será disputada fora da Península Ibérica.

A Sonarges é uma empresa estatal responsável pela gestão dos principais estádios do Marrocos, em cidades como Casablanca, Agadir e Marrakech, e tem apresentado problemas nos pagamentos com frequência.

O estádio Ibn Battuta tem capacidade para 45 mil torcedores e já recebeu a Supercopa da França em duas oportunidades: em 2011, com Olympique de Marselha e Lille; e em 2017, com Paris Saint-Germain e Monaco.

O local também recebeu um amistoso do Barcelona contra o Raja Casablanca, em julho de 2012, no qual os espanhóis golearam os marroquinos por 8 a 0, com direito a três gols de Lionel Messi.

Esporte