PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Nadal diz que meta não é ganhar tudo e fala sobre trio com Federer e Djokovic

25/07/2018 15h40

Maiorca (Espanha), 25 jul (EFE).- O tenista Rafael Nadal, atual número 1 do mundo, afirmou nesta quarta-feira que seu objetivo não é ganhar tudo o que há pela frente e também comentou sobre o trio especial que forma com Roger Federer e Novak Djokovic.

"A esta altura da minha carreira, ainda que ganhar seja a essência do esporte, competir bem e aproveitar em bom nível é o que realmente me faz feliz", afirmou Nadal em entrevista coletiva.

Ganhador de 17 torneios de Grand Slam, o último deles na edição passada de Roland Garros, o espanhol falou sobre ser contemporâneo de Federer e Djokovic e também sobre o fato de estarem os três atuando em alto nível mesmo ultrapassando a barreira dos 30 anos.

"Nós estamos há muitos anos no topo, embora as coisas tenham acontecido em circunstâncias excepcionais, que praticamente nunca havia ocorrido na história. Existem duas opções para explicar isto: ou estes tenistas são especiais ou que os que vêm de abaixo não foram suficientemente especiais. Não sei dizer qual é a correta, isto é coisa para vocês", disse o melhor do mundo aos jornalistas.

"Federer ganhou na Austrália, Djokovic em Wimbledon e eu em Roland Garros. Todos estamos em um nível alto, ainda que há dois meses dissessem que Djokovic era um desastre, algo que eu não acreditava. Isto é o que há de tão imprevisível neste esporte", completou o espanhol, negando favoritismo no US Open, que começa no final de agosto.

Nadal, no entanto, acredita que, em breve, este trio será substituído por novos tenistas.

"Existe uma geração com jogadores especiais. Em pouco tempo estarão nos substituindo, seja porque terão um nível superior ao nosso ou pela idade avançando, o que é lógico", finalizou o atleta de 32 anos.

Esporte