PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Novo técnico da Polônia quer rejuvenescer seleção "pouco a pouco"

23/07/2018 12h37

Varsóvia, 23 jul (EFE).- O novo técnico da Polônia, o ex-jogador Jerzy Brzeczek, anunciou nesta segunda-feira seus planos para renovar a seleção com a convocação de jogadores mais jovens, mas garantiu que o atacante Robert Lewandowski, quem tem quase 30 anos, continuará sendo o capitão do time.

"Não quero fazer uma revolução, só ir rejuvenescendo pouco a pouco a equipe com novas incorporações", disse Brzeczek ao ser apresentado como substituto de Adam Nawalka, que não conseguiu levar a seleção polonesa além da fase de grupos da última Copa do Mundo.

O contrato do técnico durará até o fim de 2019 e será automaticamente renovado até julho de 2020 em caso de classificação para a Eurocopa desse ano.

Brzeczek, de 47 anos, jogou por equipes da primeira divisão da Polônia, de Israel e da Áustria e conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992. Como treinador, esteve à frente de Raków Czestochowa, Lechia Gdansk, GKS Katowice e Wisla Plock, todos de seu país.

Nawalka, o antecessor, foi demitido depois que a Polônia ficou na lanterna do grupo H da Copa, do qual era cabeça de chave. A equipe perdeu os dois primeiros jogos, para Senegal (2 a 1) e Colômbia (3 a 0), e venceu apenas o Japão (1 a 0).

Esporte