PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Maradona diz que AFA é um desastre e chama diretores da entidade de corruptos

23/07/2018 16h51

Buenos Aires, 23 jul (EFE).- Diego Maradona voltou a fazer duras críticas à Associação do Futebol Argentino (AFA) nesta segunda-feira, acusou os diretores de corrupção e disse que a entidade precisa de uma reestruturação.

"Você tem que começar a casa pelos alicerces, e hoje a casa mãe do futebol argentino é um desastre", disse em entrevista à emissora "América TV".

O campeão mundial de 1986 foi técnico da Argentina na Copa de 2010, na África do Sul. Mas, ao ser questionado se gostaria de assumir a seleção após a saída de Jorge Sampaoli, desconversou. "Não. Eu não falo do técnico, eu falo de dirigentes que sabem o que fazem", salientou.

'El Pibe' criticou o fato de os dirigentes da AFA terem ido ao aeroporto aplaudir o atual presidente Claudio Tapia, após a eliminação nas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia, enquanto o retorno de Sampaoli foi solitário e silencioso. "Não é possível que os corruptos vão buscar Tapia em Ezeiza. Não me importam os nomes", reclamou.

As críticas sobraram até para Javier Zanetti, ex-volante da Argentina e atual vice-presidente da Inter de Milão, e que se dispôs a ajudar na reestruturação da AFA.

"Zanetti se oferece para tudo. Você precisa de um presidente para a Inter, ele é o primeiro. Precisa de um preparador físico, ele é um preparador físico. Se precisa de um jogador, ele se coloca no banco. Não gosto dessa atitude de Zanetti", disparou.

O ex-jogador da Inter afirmou na semana passada que, se a seleção precisar dele, ele estará disponível para o país. "Vou defendê-la e ajudar em qualquer coisa", disse em entrevista à emissora de TV argentina "TyC Sports".

Maradona esteve na Argentina por alguns dias, mas deve embarcar em breve para a Bielorrússia, para montar o time do Dynamo Brest, onde atua como diretor do conselho executivo.

Esporte