PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Rafa Márquez trata futebol como pessoa em carta de despedida

22/07/2018 20h25

Cidade do México, 21 jul (EFE).- O zagueiro mexicano Rafael Márquez, um dos quatro jogadores que participou de cinco Copas do Mundo, tratou o futebol como se fosse uma pessoa e lhe agradeceu em uma carta despedida que compartilhou nas redes sociais neste domingo.

"Futebol, me deu tanto que há muito a devolver; é impossível me afastar e, por isso, sempre estarei ligado a você", escreveu o zagueiro, que deixou os gramados ao final da partida de oitavas de final da Copa da Rússia, na qual o México foi desclassifacado após perder por 2 a 0 para o Brasil.

Jogador do Barcelona entre 2003 e 2010, Márquez iniciou sua carreira no Atlas do México e também vestiu as camisas do Mônaco, do New York Rede Bulls, do León e do Verona.

"Agradeço a todos os torcedores que me demonstraram seu carinho durante todos estes anos; são e seguirão sendo a minha motivação para continuar dando meu esforço máximo, faça o que fizer, esteja onde estiver", afirmou.

Márquez, de 39 anos, lembrou que se passaram várias semanas desde seu último jogo como profissional e quis dar um tempo para digerir os sentimentos.

"Foram 22 anos de carreira nos quais me sinto muito satisfeito por ter feito muitos sacrifícios, esforços, erros, acertos... Não me arrependo de nada, já que os acertos, e mais os erros, me ensinaram a ser melhor a cada dia, a não ter medo de equivocar-me e ter como costume sempre dar o máximo", destacou.

Considerado o melhor jogador mexicano desse século, Rafael Márquez agradeceu aos treinadores que confiaram na sua capacidade, à imprensa esportiva que o elogiou, o criticou e lhe pôs pressão, além da sua família.

"Não desperdice nenhum segundo para fazer seu melhor esforço, tente ser sempre sua melhor versão e ponha atitude na vida", destacou o zagueiro mexicano.

Esporte