PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dalic diz que este seria momento ideal para deixar cargo de técnico

20/07/2018 07h51

Zagreb, 20 jul (EFE).- O técnico da Croácia, Zlatko Dalic, disse nesta sexta-feira que, após a conquista do vice-campeonato na Copa do Mundo da Rússia, este "serie um momento especial" para deixar o cargo, embora tenha reconhecido que é difícil dar esse passo após a euforia com a qual a equipe foi recebida no país após o Mundial.

"Agora é o momento ideal para deixar o cargo. Tomei a decisão com a minha família antes da Copa", disse Dalic em entrevista ao jornal croata "Vecernji list".

"No entanto, com a chegada a Zagreb, quando vi aquela recepção, vi que tenho que repensar a minha decisão. Por essa gente, que é a mais importante, por essas emoções, me pergunto se tenho o direito agora de decepcioná-las", admitiu o técnico.

A seleção croata foi recebida na segunda-feira em Zagreb por centenas de milhares de pessoas que encheram as ruas da capital croata para saudar os seus heróis do Mundial.

Dalic afirmou que durante quatro meses, antes da Copa, sofreu "obstruções" de algumas pessoas do mundo futebolístico croata que não o deixavam trabalhar da sua maneira.

No entanto, eximiu explicitamente o presidente da Federação do Futebol Croata, Davor Suker, que lhe deu plena autonomia na escolha de jogadores e assistentes.

"Me atacavam e ninguém me defendia. Por isso a minha decisão, não posso permitir que dentro de dois meses, depois de alguma derrota, alguns tipos queiram me demitir", disse.

Dalic declarou que a vida lhe mostrou "que a melhor coisa é sair quando se está na ponta, quando é o melhor".

Para o técnico, o próximo objetivo do time nacional croata é "ganhar a Eurocopa".

"Segundo mostraram os jogadores, tão compactos, juntos, podem alcançar", afirmou Dalic.

Esporte