PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Kvitova admite que mão esquerda atingida por facada não voltará a ficar 100%

30/06/2018 13h41

Londres, 30 jun (EFE).- A tcheca Petra Kvitova, duas vezes campeã de Wimbledon, disse neste sábado, em entrevista coletiva, que nunca conseguirá se recuperar totalmente do ferimento sofrido na mão esquerda, em 2016, durante assalto a sua casa.

"Não está 100%, nem nunca ficará. Tenho algumas limitações. Só evito pensar em qual esse limite. Gostaria que estivesse melhor, mas é algo que não vai acontecer", disse a tenista.

Kvitova foi esfaqueada não mão há quase dois anos, quando a residência em que vivia, na cidade de Prostejov, na República Tcheca, foi assaltada.

A atual número 8 do ranking mundial voltou a jogar profissionalmente em 2017, durante Roland Garros, e voltou a jogar em Wimbledon, em que foi campeã em 2011 e 2014, logo depois, caindo na segunda rodada.

Nesta temporada, a tcheca já conquistou cinco títulos, incluindo o WTA Premier de Birmingham, disputado na grama, na semana passada.

Kvitova estreará em Wimbledon nesta terça-feira, encarando a Aliaksandra Sasnovich.

Esporte