PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Atacante da Rússia diz que Espanha é a favorita para duelo das oitavas

29/06/2018 09h37

Novogorsk (Rússia), 29 jun (EFE).- O atacante russo Artem Dzyuba afirmou nesta sexta-feira que "a Espanha é favorita" para o duelo das oitavas de final do Copa do Mundo contra a equipe anfitriã no domingo, mas adiantou que ele e os seus companheiros "vão dar a vida em campo".

"A Espanha é favorita. Eu acredito que todos na Espanha pensam que são favoritos", disse o jogador à imprensa no centro de treinamento da seleção russa nos arredores de Moscou.

Dzyuba, que foi titular em dois jogos da primeira fase e marcou dois gols, não considera que os espanhóis são "vulneráveis" depois que sofreram nos jogos contra Irã e Marrocos.

"A Espanha continua sendo uma grande seleção. Seus defensores são de Real Madrid e Barcelona. Isso já diz tudo. O que aconteceu na primeira fase ficou lá. Agora estamos nas eliminatórias. Já não há direito ao erro. A Espanha estará muito mais concentrada e agressiva e nós buscaremos seus pontos fracos", afirmou o atacante do Arsenal Tula.

Dzyuba também não acredita que o goleiro espanhol, David De Gea, estará "nervoso" na partida devido às críticas que recebeu por seus erros contra Portugal.

"Ao lado de Neuer, De Gea é o melhor goleiro do mundo, portanto não se pode falar que ele estará nervoso. Levou um gol de Cristiano Ronaldo. No entanto, ao longo de toda a temporada, mostrou um futebol extraordinário", frisou o atacante russo.

Dzyuba também não deu muita bola para os rumores de que a Espanha já estaria se preparando para uma possível disputa de pênaltis: "os espanhóis são profissionais e devem estudar todas as variantes, como os pênaltis e a prorrogação".

"Pênalti é loteria. Eu acredito que eles estão nos adulando. Tentam nos tranquilizar, mas a favorita é a Espanha. O jogo será como um duelo entre um boxeador experiente, um campeão, contra um boxeador jovem e selvagem. Podemos dizer que será como Rocky Balboa", comentou o jogador que tem o nariz torcido pelas pancadas recebidas em campo.

O atacante do Arsenal Tula destacou que "o mais importante" é que a Rússia sabe "como jogar contra Espanha" e tem total compreensão do que esperar dos adversários.

"Agradeço ao Uruguai por nos ensinar!", disse Dzyuba sobre a derrota para a 'Celeste' por 3 a 0 no último jogo da fase de grupos.

O atacante admitiu que, depois das muitas críticas recebidas, a equipe cumpriu "o mínimo, que era passar para as oitavas", e deu "um salto de qualidade em seu jogo e nos resultados", mas isso não quer dizer que, após perder para o Uruguai, tudo já esteja feito.

"O fato de termos perdido para o Uruguai não quer dizer que já encerramos nossa participação no torneio. Não. Queremos mais. Este é o jogo das nossas vidas. Agora queremos fazer um pequeno milagre (...) e que todo o país sinta orgulho de nós", enfatizou o atacante russo.

Esporte