PUBLICIDADE
Topo

Esporte

TAS confirma doping de atleta russa do bobsled e anula seus resultados

24/02/2018 05h35

Pyeongchang (Coreia do Sul), 24 fev (EFE).- O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) confirmou neste sábado, de forma oficial, o teste positivo para a substância trimetazidina da russa Nadezhda Sergeeva.

Sergeeva, 12ª colocada no bobsled nos Jogos Olímpicos de Inverno, em PyeongChang, deu positivo em um teste feito fora da competição, por um remédio para o coração que está entre as substâncias proibidas.

Ontem, a Federação Russa de Bobsled (FBR) tinha anunciado o resultado positivo em sua página do Facebook, afirmando que o teste foi realizado no último dia 18.

"Vários dias antes, no dia 13 de fevereiro, seu teste era limpo, e o grupo de médicos da equipe olímpica não lhe receitou nenhum remédio", afirmou a FBR.

Nadezhda Sergeeva aceitou a suspensão provisória e se reserva o direito de "buscar a eliminação ou redução" do período de desqualificação, após os Jogos, afirma o comunicado do TAS.

Este é o segundo caso de positivo destes Jogos para atletas russos, após o atleta de curling, Aleksandr Krushelnitskii.

Este, que era bronze ao lado de Anastasia Bryzgalova na dupla mista, foi obrigado a devolver sua medalha após o escândalo, neste caso devido ao remédio Meldonium.

Esporte