PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Russo medalhista do curling desiste de recorrer à CAS após cair no antidoping

21/02/2018 15h51

Moscou, 21 fev (EFE).- O russo Aleksandr Krushelnitckii anunciou ter desistido de recorrer à Corte Arbitral do Esporte (CAS) nesta quarta-feira, após ser flagrado em exame antidoping por uso da substância meldonium, durante a disputa do torneio de curling em duplas mistas dos Jogos Olímpicos de Inverno.

"Da minha parte, reconheço o fato da violação formal das atuais normas antidoping. Seria idiota negar, quando houve confirmação por dois exames antidoping", disse o atleta, através de comunicado divulgado pela delegação russa que participa da competição.

Krushelnitckii ficou em terceiro na prova mista do curling, ao lado da mulher Alexandra Bryzgalova. Posteriormente, testou positivo para meldonium. Ontem, foi divulgado que a contra-prova do exame também apontou para a presença da substância proibida.

"Os exames foram realizados durante os Jogos Olímpicos, e estou preparado para o veredito. Por isso, pensando nos prós e contras, decidi renunciar ao direito de recorrer a CAS", explicou o russo.

Segundo o medalhista de bronze no curling, ir à instância superior, diante das "atuais normas, será algo inútil e sem nenhum sentido".

Apesar disso, Krushelnitckii segue garantindo que nunca consumiu qualquer substância ilegal, e que o resultado obtido nos Jogos Olímpicos de Inverno, ao lado de Bryzgalova, foi fruto de "trabalho duro e treino constante".

A CAS já havia divulgado que a audiência sobre o caso do russo seria realizada amanhã, em PyeongChang. A delegação russa, que participa do evento poliesportivo sob bandeira neutra, justamente, devido escândalo de doping, confirmou anteriormente a presença do atleta.

Esporte