PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bayern joga com 1 a mais desde 1º tempo, goleia e fica perto das quartas

20/02/2018 18h42

Redação Central, 20 fev (EFE).- Em vantagem numérica desde os 16 minutos do primeiro tempo, o Bayern de Munique deu nesta terça-feira um passo importante para estar nas quartas de final da Liga dos Campeões pela sétima vez seguida ao golear o Besiktas por 5 a 0 na Allianz Arena.

A expectativa por um jogo em que o Bayern sufocaria o adversário se confirmou desde o começo, e a situação do atual bicampeão grego ficou mais dura ainda devido à expulsão do zagueiro croata Vida, que deu um carrinho em Lewandowski quando era o último homem.

No 11 contra dez, o pentacampeão europeu, que vem de cinco títulos seguidos no Campeonato Alemão, deslanchou e construiu o placar elástico com dois gols de Müller, dois de 'Lewa' e um de Coman.

Dessa forma, para se classificar, o time turco precisará vencer o jogo de volta, no próximo dia 14, em Istambul, por seis gols de diferença. Caso devolva o placar de 5 a 0, provocará a realização de prorrogação.

No Bayern, a única baixa entre os considerados titulares do técnico Jupp Heynckes continua sendo o goleiro Neuer, que se recupera de lesão e não entra em campo desde setembro. Único brasileiro do elenco, o lateral-direito Rafinha ficou no banco.

Pelo Besiktas, três atletas do país começaram jogando: o zagueiro naturalizado português Pepe, o meia Anderson Talisca e o atacante Vagner Love. Contratado em janeiro, o ex-jogador de Palmeiras, Flamengo e Corinthians está com moral com o técnico Senol Günes e deixou no banco Álvaro Negredo, campeão europeu pela seleção espanhola em 2012.

O Bayen começou o jogo pressionando, mas ia esbarrando no goleiro Fabri, que fez duas grandes defesas em menos de um minuto, aos nove de bola rolando. Primeiro, o espanhol defendeu um cabeceio de Lewandowski; depois, espalmou um chute cruzado de Coman.

Com dificuldade para se fazer presente no campo de ataque, o Besiktas viu sua situação ficar ainda mais complicada aos 16. Vida recebeu passe na fogueira, foi antecipado por Lewandowski e parou o polonês com falta na entrada da área. Por ser o último homem, o croata foi expulso.

Isolado na frente, Vagner Love fazia o que podia para encontrar oportunidades. Aos 19, Javi Martínez errou ao cabecear da direita para o meio no campo de defesa, o centroavante recolheu, acelerou e bateu por cima do travessão.

O lance, no entanto, foi isolado, e o time bávaro continuou em cima. Aos 30 minutos, Alaba levantou na medida da esquerda, Hummels subiu mais que a marcação e cabeceou firme, mas Fabri interveio mais uma vez.

Aos 43, porém, o arqueiro dos visitantes não teve o que fazer. Coman fez boa jogada individual e passou para Alaba, que colocou no meio. Livre na pequena área, mas em posição legal, Müller chutou entre as pernas do camisa 1 e abriu o placar.

Na volta do vestiário, o Bayern não diminuiu o ritmo e foi em busca do segundo gol. Aos seis, Lewandowski cobrou falta a um passo da área e carimbou a trave. Um minuto depois, o próprio centroavante recebeu na direita da área e rolou para a chegada de Coman, que, de primeira, acertou o canto direito baixo e aumentou.

O jogo era ataque contra defesa, e o atual bicampeão turco se segurava como podia. Até que aos 20 minutos Robben, que tinha substituído James Rodríguez ainda na primeira etapa, abriu na ponta direita até Kimmich. O lateral cruzou perto da primeira trave, Müller chegou primeiro que a defesa e bateu firme para fazer 3 a 0.

Müller poderia ter alcançado o chamado "hat-trick" aos 24, depois de levantamento de Coman pela direita, mas não direcionou bem o cabeceio e cedeu tiro de meta.

A parte final da partida em Munique foi praticamente um show solo de Lewandowski, que marcou dois gols. Aos 33 minutos, Hummels encheu o pé de fora da área, e Fabri espalmou do jeito que deu, mas o rebote ficou limpo para que o polonês assinalasse o quarto.

O quinto poderia ter saído aos 39, em finalização colocada de Javi Martínez da entrada da área, mas o goleiro pegou. Na sequência, aos 43, porém, Robben tocou para a direita, Müller cruzou rasteiro com força até a esquerda e Lewandowski completou para o gol vazio, fechando a conta.



Ficha técnica:.

Bayern de Munique: Ulreich; Kimmich, Boateng, Hummels e Alaba; Javi Martínez, Vidal (Tolisso) e James Rodríguez (Robben); Coman (Ribéry), Müller e Lewandowski. Técnico: Jupp Heynckes.

Besiktas: Fabri; Adriano, Pepe, Vida e Erkin (Gonul); Medel (Arslan), Hutchinson e Anderson Talisca; Quaresma, Babel e Vagner Love (Tosic). Técnico: Senol Günes.

Árbitro: Ovidiu Hategan (Romênia), auxiliado pelos compatriotas Octavian Sovre e Sebastian Gheorghe.

Cartões amarelos: Lewandowski (Bayern de Munique); Quaresma, Pepe e Tosic (Besiktas).

Cartão vermelho: Vida (Besiktas).

Gols: Müller (2x), Coman e Lewandowski (2x) (Bayern de Munique).

Estádio: Allianz Arena, em Munique.

Esporte