PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Tcheca é ouro em prova que nunca tinha superado 19º lugar e fica incrédula

Ester Ledecka comemora vitória no Super-G - Martin Bernetti/AFP
Ester Ledecka comemora vitória no Super-G Imagem: Martin Bernetti/AFP

17/02/2018 07h47

A tcheca Ester Ledecka desbancou as favoritas no esqui alpino Super-G, entre elas a americana Lindsey  Vonn, e sagrou-se campeã da modalidade neste sábado nos Jogos Olímpicos de PyeongChang mesmo sendo especialista em outro esporte.

Bicampeã mundial de snowboard, Ledecka marcou um tempo de 1min21s11 e depois de ver que tinha vencido, não escondeu sua surpresa. Ela nunca tinha conquistado uma colocação melhor do que o 19º lugar em etapas mundiais do Super-G e é atual 43ª colocada do ranking.

"Pensei que tratava-se de um erro no cronômetro", reconheceu após vencer por um centésimo a austríaca Anna Veith, que defendia o título conquistado há quatro anos Sochi (Rússia).

Desta vez, Veith ficou na segunda posição após superar uma grave lesão no joelho.

"Como pôde acontecer?", seguiu perguntando a campeã, que estava incrédula.

A atleta de Lichtenstein Tina Weirather foi terceira, a 0s11 de Ester Ledecka.

A suíça Lara Gut, as italianas Johanna Schnarf e Federica Brignone e a norte-americana Lindsey Vonn, que ostenta o recorde feminino de vitórias na Copa do Mundo de esqui alpino com um total de 81, sucumbiram perante Ester Ledecka.

Nos Jogos Olímpicos de PyeongChang, a jovem de Praga, de 22 anos, desafiou a história com sua participação em diferentes provas de esqui alpino e snowboard. Nenhum outro esportista até hoje tinha tentado.

Esporte