PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Morre Jana Novotna, uma das melhores tenistas tchecas de todos os tempos

20/11/2017 08h44

Praga, 20 nov (EFE).- A lenda tcheca do tênis e ex-número 2 do mundo, Jana Novotna, de 49 anos, morreu ontem após uma longa batalha contra o câncer, informou nesta segunda-feira a família da jogadora à agência "CTK".

Após começar sua carreira aos oito anos em categorias inferiores, se tornou jogadora profissional aos 19 anos, e ganhou ao longo da sua trajetória 24 títulos individuais e 76 em duplas, antes de deixar as quadras em 1999, com 31 anos.

O maior título da tcheca foi a conquista do torneio de Wimbledon, em 1998, batendo na final a francesa Nathalie Tauziat, por 2 sets a 0.

Novotna já tinha sido finalista e vencida na grama londrina em 1993 e 1997, contra Steffi Graf e Martina Hingis, respetivamente, como também aconteceu no Aberto da Austrália, frente a Monica Seles, em 1991.

Em sua carreira, a tcheca alcançou o auge em duplas e duplas mistas, categorias nas quais conquistou 16 torneios do Grand Slam.

A tenista de Brno também conquistou a medalha de prata em duplas nos Jogos Olímpicos de Seul (1988), junto com Helena Sukova, e o bronze na categoria individual e novamente a prata nas duplas em Atlanta (1996).

Desde 2005, Novotna faz parte do International Tennis Hall of Fame, de Rhode Island, nos Estados Unidos.

Em uma das suas últimas entrevistas, Novotna ressaltou há dois anos, quase uma década e meia depois da aposentadoria, que amava profundamente o tênis.

"O tênis me deu absolutamente tudo e depois destes anos segue me preenchendo", comentou a jogadora tcheca, que baseou seu jogo em um agressivo saque-e-voleio, um estilo atualmente em desuso.

Esporte