PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Na 2ª divisão chilena, Cobreloa descarta contratar Maradona como técnico

18/11/2017 15h03

Santiago do Chile, 18 nov (EFE).- Walter Aguilera, presidente do Cobreloa, que disputa a segunda divisão do Campeonato Chileno, descartou a possibilidade de contratar o argentino Diego Armando Maradona para comandar a equipe, em entrevista ao jornal "La Cuarta", publicada neste sábado.

"Um ex-jogador do clube nos ofereceu o nome de Maradona como possível futuro técnico. Nos enviou o currículo dele, advertindo sobre as intenções do argentino. Eu disse, claramente, que não estávamos interessados. Nem sequer entramos em detalhes sobre dinheiro ou outros assuntos", garantiu o dirigente.

Aguilera admitiu que a contratação do atual comandante do Al Fujairah, da segunda divisão do Campeonato dos Emirados Árabes, seria boa por aspectos extracampo, no entanto, revelou que a decisão de rejeitar 'El Pibe' é, puramente, técnica.

"Não é o nosso perfil de treinado. Só isso. Estamos conscientes do golpe midiático que seria a chegada de Maradona. Mas, de que adiantaria? Encheria o estádio nos três primeiros jogos e, depois, nada mais. Não acho que seria bom", avaliou o presidente.

O Cobreloa, derrotado pelo Flamengo na final da Taça Libertadores, em 1981, está sem técnico desde o pedido de demissão do veterano chileno José Sulantay. A equipe terminou em terceiro, na recém-encerrada segunda divisão do Chileno, ficando 11 pontos atrás do Unión La Calera, que tenta acesso à elite via playoffs.

Esporte