PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Morre árbitro lembrado por ter expulsado Pelé na Colômbia

26/06/2017 18h05

Bogotá, 26 jun (EFE).- O árbitro Guillermo Velásquez, lembrado por ter mostrado cartão vermelho para Pelé em um amistoso do Santos em Bogotá em 1968, morreu nesta segunda-feira aos 84 anos, informou a Federação Colombiana de Futebol (FCF) em comunicado.

Velásquez foi o árbitro central da partida em que o Peixe bateu uma seleção universitária da Colômbia, que se preparava para os Jogos Olímpicos da Cidade do México, por 4 a 2. O evento aconteceu em 17 de julho de 1968 no estádio El Campín, em Bogotá.

"Pelé pediu pênalti, e eu disse: 'joguem, joguem'. Então ele partiu para cima de mim com grosserias", relatou Velázquez há alguns anos ao lembrar o momento de maior de destaque de sua carreira.

De maneira insólita, a decisão do árbitro foi revogada pelos organizadores do evento. Pelé, que já estava no vestiário, voltou para o gramado e quem deixou o campo foi Velázquez, sendo substituído por um dos auxiliares.

"Lamentamos profundamente a morte do ex-árbitro colombiano Guillermo 'El Chato' Velásquez e enviamos uma mensagem de condolência a toda a sua família e amigos neste momento difícil", pronunciou-se a federação na sua página oficial. "A sua lembrança permanecerá sempre na nossa memória como um exemplo de pessoa e profissional. Que descanse em paz", acrescenta a nota.

'El Chato' foi árbitro na Colômbia de 1957 e 1982. Participou da Copa do Mundo de 1970 e esteve em quatro edições dos Jogos Olímpicos. Segundo seus familiares, ele vinha com problemas de saúde há sete anos, depois de um transplante de rim.

Esporte