PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sampaoli faz pagamento milionário no Chile para escapar de processo judicial

30/12/2016 13h53

Santiago do Chile, 30 dez (EFE).- O técnico argentino Jorge Sampaoli, atualmente no Sevilla, da Espanha, pagou 540 milhões de pesos (R$ 2,6 milhões) em impostos atrasados no Chile, conforme revelou nesta quinta-feira o jornal "El Mercurio".

O valor foi acordado por advogados do antigo comandante da seleção chilena e o Serviço de Impostos Internos do país (SII). O órgão revisou todos os salários que o profissional recebeu enquanto esteve no comando dos campeões da Copa América de 2015 e 2016.

"Sampaoli encerrou o assunto e evitou que a SII abrisse processo por crime tributário e pedisse sua extradição", afirmou ao jornal, uma fonte ligada ao caso.

O montante pago, de acordo com o "El Mercurio", corresponde a um terço do que havia sido cobrado na primeira revisão do processo, após ser determinado que os dois terços restantes correspondem a dinheiro que o treinador do Sevilla mantém em paraísos fiscais.

Esporte