PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Maior medalhista olímpico britânico, Bradley Wiggins se aposenta aos 36 anos

28/12/2016 14h50

Londres, 28 dez (EFE).- O britânico Bradley Wiggins, campeão do Tour de France em 2012 e dono de oito medalhas olímpicas, entre elas, cinco de ouro, anunciou nesta quarta-feira que está se aposentando do ciclismo aos 36 anos.

"Fui extremamente sortudo por ter podido viver um sonho e por ter realizado o desejo que tinha quando era criança, de viver e me dedicar plenamente ao esporte pelo qual me apaixonei aos 12 anos. Conheci meus ídolos e competi junto e contra os melhores durante 20 anos", disse o agora ex-ciclista, em texto publicado no Facebook.

Wiggins se tornou, no Rio de Janeiro, o britânico com mais medalhas olímpicas na história, ao conquistar o ouro na prova de perseguição por equipes, junto com Ed Clancy, Steven Burke e Owain Doull.

Quatro anos antes, em Londres o ouro foi na prova do contrarrelógio do ciclismo de estrada. Além disso, o britânico subiu no alto do pódio mais duas vezes em Pequim, em 2008, e uma em Atenas, em 2004, onde também conquistou uma medalha de prata e uma de bronze. Em Sydney, em 2000, levou outro bronze para casa.

"O que mais levarei será o apoio que senti do público o tempo todo. O ciclismo me deu tudo, mas não poderia ter conquistado nada sem o apoio da minha mulher, Cath, e dos meus filhos", afirmou Wiggins no texto que divulgou.

Esporte