PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Autoridades investigam furto a seleção olímpica argentina em hotel no México

29/07/2016 19h33

Cidade do México, 29 jul (EFE).- A Federação Mexicana de Futebol (FMF) informou, nesta sexta-feira, que as autoridades da instituição e do estado de Puebla estão investigando o furto do qual a seleção olímpica argentina foi vítima, na última quinta-feira, após um aamistosa com o México.

"Após esses fatos lamentáveis, funcionários da FMF foram ao hotel e, em coordenação com as autoridades do governo, do Ministério Público e a direção do próprio hotel, iniciaram os protocolos para o ínicio da investigação", disse um comunicado.

Segundo a nota, os funcionários da federação ficaram no hotel até a conclusão do depoimento dos atletas afetados, e hoje estiveram nas negociações entre as partes envolvidas, que tem o objetivo de recuperar os objetos e dinheiro furtados.

O furto foi comunicado pela Asssociação de Futebol Argentino (AFA), também nessa sexta-feira. Segundo a nota da entidade, após o empate sem gols diante da seleção mexicana, a delegação argentina chegou ao hotel e, ao se dirigir aos quartos, jogadores como o atacante Jonathan Calleri, que recentemente deixou o São Paulo, relataram terem encontrado os mesmos revirados, percebendo ainda a falta de alguns pertences e dinheiro.

A AFA informou que a documentação dos atletas estava guardada em um cofre e não foi afetada. Segundo a Federação Mexicana, a delegação argentina, o hotel e empresa seguradora chegaram a um acordo para indenizar os atletas vítimas do furto.

Esporte