PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Interventor da AFA diz que Simeone não quer comandar a seleção argentina

28/07/2016 15h30

Buenos Aires, 28 jul (EFE).- O presidente da comissão interventora da Associação de Futebol Argentina (AFA), Armando Pérez, revelou nesta quinta-feira que Diego Simeone está fora da lista de candidatos para treinar a seleção do país, e que irá a Europa para conversar com Jorge Sampaoli e outros profissionais.

"Amigos muito confiáveis disseram que ele (Simeone) não quer dirigir a seleção neste momento", admitiu o dirigente, em entrevista à "Rádio Continental".

De acordo com Pérez, o nome escolhido para comandar a 'Albiceleste' é Sampaoli, que acaba de assumir o Sevilla, mas que é preciso resolver a questão da multa rescisória do treinador.

"Não podemos pagar pela saída dele do clube. A AFA não tem dinheiro nem para pagar a luz, mas eu tenho confiança. Talvez, sejam diretores razoáveis", disse o interventor, se referindo aos mandatários da equipe espanhola.

Pérez, que revelou já ter se encontrado com Edgardo Bauza, Ramón Díaz, Miguel Ángel Russo, Carlos Bianchi, disse ainda que viajará para a Europa para falar com representantes do Sevilla e Sampaoli, e também com Eduardo Berizzo, que comanda o Celta de Vigo.

Dessa forma, conforme explicou o próprio dirigente, o único candidato que não foi entrevistado foi Marcelo Gallardo, que está atualmente a frente do River Plate.

Esporte