PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Acusados de doping, 2 russos do pentlato moderno são banidos dos Jogos do Rio

26/07/2016 10h15

Moscou, 26 jul (EFE).- A União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM) anunciou nesta terça-feira a exclusão de dois atletas da equipe russa da modalidade dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, por envolvimento em doping.

Em comunicado, a entidade informou que Maxim Kustov e Ilya Frolov foram citados no chamado relatório McLaren, realizado a pedido da Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês).

Kustov e Frolov testaram positivo por esteroides como trembolona, methalona e oxandrolona em agosto de 2014, mas os exames foram encobertos pelo Laboratório Antidoping de Moscou, segundo o documento que acusa a Rússia de ter controlado o esquema.

Kustov foi selecionado como membro da equipe olímpica russa, enquanto Frolov era reserva. A UIPM informou que os outros três integrantes do time nacional estão liberados para competir: Aleksandr Lesun, Donata Rimshaite e Gulnaz Gubaidullina.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) repassou para as federações internacionais a responsabilidade de decidir quais atletas russos poderão disputar os Jogos do Rio de Janeiro.

Eles terão que cumprir uma série de critérios, entre eles o mais importante: nunca terem sido pegos em exames antidoping. Além disso, serão submetidos a novos exames feitos pela Wada.

Esporte