PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Raúl Jiménez se mostra resignado com veto do Benfica a ida ao Rio 2016

22/07/2016 17h22

Lisboa, 22 jul (EFE).- O atacante Raúl Jiménez recebeu nesta sexta-feira com resignação a decisão do Benfica de não liberá-lo para defender a seleção mexicana nos Jogos Olímpicos e esclareceu que ser o jogador mais caro do futebol português e de seu país não é algo que o pressione.

"É certo que teria ficado muito feliz por ir (ao Rio de Janeiro), teria sido algo muito bonito, mas agora estou fazendo a pré-temporada aqui no Benfica e estou muito satisfeito por estar aqui", declarou Jiménez em Burton-Upon-Trent, na Inglaterra, onde o time português faz pré-temporada.

Ontem, o Benfica oficializou a compra, junto ao Atlético de Madrid, dos 50% restantes dos direitos federativos do mexicano, por 12 milhões de euros. Como o clube tinha pagado 9,5 milhões pela primeira metade no ano passado, o valor total da transação chegou a 21,8 milhões de euros, o mais alto já pago no futebol de Portugal e também a maior venda do mexicano.

"Ser o mais caro não me pressiona, e é algo que me motiva a continuar melhorando e dar o melhor de mim para ajudar a equipe dentro de campo", afirmou o jogador, de 25 anos.

Raúl Jiménez, ex-América do México e Atlético de Madrid, disputou na última temporada pelo Benfica de 45 partidas, em sua maioria saindo do banco de reservas, e marcou 12 gols, vários deles decisivos para que as 'Águias' conquistassem o título nacional pela terceira vez consecutiva.

Esporte