PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Marca holandesa suspende venda de camisetas do Brasil com termo ofensivo

24.abr.2014 - Grife holandesa criou camisas com o slogan "merda" em cima da bandeira brasileira - Reprodução/Coolcat
24.abr.2014 - Grife holandesa criou camisas com o slogan "merda" em cima da bandeira brasileira Imagem: Reprodução/Coolcat

25/04/2014 12h19

Bruxelas, 25 abr (EFE).- A marca holandesa de roupas CoolCat suspendeu a venda de uma série de camisetas preparadas para a Copa do Mundo depois de receber inúmeras reclamações por parte dos cidadãos brasileiros, que consideraram uma ofensa o uso da palavra "merda" junto à bandeira do país, informou nesta sexta-feira a imprensa local.

A marca suspendeu a venda das camisetas em suas lojas da Holanda, Bélgica e Luxemburgo, onde um grupo de brasileiros que reside no país apresentou inúmeras queixas contra a camiseta, informou o site de notícias "DutchNews".

A CoolCat lamentou que algumas pessoas tenham se sentido ofendidas e, por isso, decidiu suspender a venda das camisetas, mesmo que de modo temporário, de acordo com postagem feita ontem em sua página do Facebook.

Na camiseta, verde e amarela, a bandeira do Brasil aparece logo abaixo da palavra "merda", escrita em letras grandes e maiúsculas.

Após retirar a camisetas do mercado, a CoolCat argumentou que suas coleções de roupas incluem textos conhecidos, utilizando "a linguagem da rua" e imagens sem ambiguidade, "o que não significa que assuma uma posição".

"Nas camisetas criadas para a Copa do Mundo colocamos alusões, frases e ditos espontâneos", esclareceu. A empresa também ressaltou que os "textos impressos nas camisas não devem, de modo algum, ser interpretados como uma alusão pessoal ou discriminatória".

Em fevereiro deste ano, a Adidas também teve que suspender a venda de uma série de camisetas para a Copa do Mundo por causa do uso de imagens com conotação sexual, fato que foi reprovado pela Embratur e, inclusive, pela presidente Dilma Rousseff.

Esporte