Campeonato Brasileiro começa neste sábado com quarteto favorito ao título

A primeira das 38 rodadas do Campeonato Brasileiro começa neste sábado. Quatro equipes surgem com favoritismo inicial para a conquista do título. São elas: Atlético-MG, Flamengo, Grêmio e Palmeiras. Todas estão embaladas pela conquista do Estadual, que ratificou a campanha de destaque no Nacional do ano passado, quando, coincidentemente, terminaram nas primeiras colocações.

Nas últimas oito edições, o quarteto ficou com a taça em sete oportunidades. O alviverde paulista sagrou-se quatro vezes campeão (2016, 2018, 2022 e 2023), o rubro-negro carioca festejou duas vezes (2019 e 2020) e o alvinegro mineiro em uma oportunidade (2021). O Grêmio, vice-campeão ano passado, é o mais pressionado porque não se torna o melhor do Brasil desde 1996. Para piorar, o time somou derrotas nos dois primeiros jogos da Copa Libertadores.

Correndo por fora vem outro quarteto, que poderá surpreender em um torneio com duração de mais de sete meses. Trata-se de Athletico-PR, Fluminense, Internacional e São Paulo. Juntos somam 14 conquistas, mas a última veio com o tricolor carioca em 2012.

Deste grupo, apenas o Athletico comemorou o título estadual. Sob o comando do técnico Cuca, o time só acumulou vitórias e surge com possibilidades de se infiltrar no meio dos favoritos já nestas primeiras rodadas.

O Fluminense não está no mesmo ritmo do final do ano passado, quando ganhou de forma inédita a Copa Libertadores. A queda para o rival Flamengo na semifinal do Carioca abalou o grupo.

O São Paulo é outro time que não repete o desempenho do segundo semestre do ano passado. O trabalho de Thiago Carpini é constantemente criticado pela torcida, que ainda não engoliu a saída surpresa de Dorival Júnior para a seleção brasileira.

Mas a maior crise está instalada no Beira-Rio. O Inter decepcionou ao ficar fora da final do Gauchão mais uma vez e ainda viu o rival Grêmio somar o segundo heptacampeonato estadual em sua história. Além do momento ruim, o time colorado ainda carrega o maior jejum atual de um clube considerado grande nacionalmente. O clube não é campeão brasileiro desde 1979, quando jogavam Mauro Galvão, Falcão e Mário Sérgio.

Um terceiro patamar conta com vários times tradicionais que são incógnitas. Podem chegar a ficar entre os primeiros, mas também não vão surpreender se brigarem contra o rebaixamento. A lista conta com Bahia, Botafogo, Red Bull Bragantino, Corinthians, Cruzeiro, Cuiabá, Fortaleza e Vasco.

Para esquentar a disputa na parte intermediária da tabela surgem os quatro times que subiram da Série B: Atlético-GO, Criciúma, Juventude e Vitória. O quarteto chegou à final de seus estaduais, com três títulos e um vice. Prometem lutar até a última rodada para permanecerem na elite e empurrar um "grande" para a segunda divisão em 2025.

ARBITRAGEM

Vasco x Grêmio, em São Januário, e Corinthians x Atlético-MG, na Neo Química Arena, neste domingo, vão ter uma novidade. Os árbitros vão explicar as decisões revisadas pelo VAR ao público pelo sistema de som das arenas por intermédio do microfone que os juízes já usam.

Esta novidade foi testada recentemente nos Mundiais de Clubes e na final da Supercopa Feminina. Ambos os torneios tiveram o aval da Fifa.