São Paulo quer provar ser o rival mais incômodo para Abel e Palmeiras busca vingança

O Choque-Rei deste domingo, às 20h, no MorumBis é oportunidade para o São Paulo reforçar ser a pedra no sapato do Palmeiras de Abel Ferreira. Por outro lado, é a chance de o time alviverde se vingar da perda da Supercopa do Brasil, nos pênaltis, em fevereiro. O clássico é válido pela 11ª e penúltima rodada da fase de grupos do Paulistão.

Nesta semana, Abel fez sua projeção do clássico e admitiu que o São Paulo é o time que mais lhe causa desconforto desde que ele chegou ao Brasil, em outubro de 2020.

"Contra o Palmeiras eles jogam sempre na máxima força, eu particularmente não tenho tido muita sorte contra eles, agora temos mais um jogo e sabemos que pra nossa torcida vale muito mais do que os três pontos", afirmou o técnico português.

Os números provam que o treinador palmeirense está certo, mas ao mesmo tempo mostram que há equilíbrio no retrospecto dos últimos quase quatro anos. De fato, o São Paulo é o time que mais venceu o Palmeiras sob o comando de Abel.

Em 21 jogos, são sete vitórias palmeirenses, sete empates e sete triunfos são-paulinos. O retrospecto do português é inferior aos resultados contra os outros rivais do Estado. O time não perde do Corinthians, por exemplo, desde 2021.

Do outro lado, Thiago Carpini já teve a experiência de derrotar Abel na Supercopa. O jovem treinador falou poucas palavras sobre o duelo. "Conhecemos bem o rival, eles também nos conhecem", limitou-se a dizer, quando perguntado como armará seu time para o confronto.

Carpini não tem Calleri, suspenso. Já o astro James Rodríguez está motivado depois de sua estreia em 2024 com gol e assistência, mas deve começar o jogo entre os reservas. "Ele perdeu um período importante de preparação, mas ganhamos uma opção, vamos evoluir de maneira gradativa, com cautela", justificou o treinador.

O atacante Flaco López, artilheiro da competição, com sete gols, ao lado de Dellatorre, do Mirassol, é um dos trunfos do Palmeiras. O argentino festeja a boa fase em sua terceira temporada pela equipe e demonstra ansiedade por jogar o Choque-Rei.

"Estou vivendo um momento muito feliz, um dos melhores desde que cheguei. E mais feliz ainda porque estou conseguindo ajudar o time a conquistar coisas. Agora estamos em busca do Paulistão e também estou feliz por ser atualmente o artilheiro da competição. Vamos tentar seguir assim até o final", disse o jogador.

"Nos dias antes de um clássico, pessoalmente eu fico mais motivado e concentrado. Acho que todo mundo fica assim, são jogos que todos desde pequeno sonham em jogar. Tem jogos que ficamos inconscientemente mais concentrados, como o deste domingo, contra o São Paulo, mas acho que temos a qualidade de encarar todos os jogos com a mesma responsabilidade. Tratamos de dar o 100% em todos os jogos e domingo será desse mesmo jeito."

O São Paulo retomou a liderança do Grupo D ao derrotar a Inter de Limeira no meio da semana. Tem 18 pontos, mas vê o vice-líder Novorizontino (também com 18) e o São Bernardo (com 15), terceiro colocado da chave, em seu encalço.

O Palmeiras tem a melhor campanha do Campeonato Paulista e está invicto após dez jogos disputados. Pode garantir neste domingo o primeiro lugar na classificação geral, que vai permitir decidir em casa todas as fases do Paulistão até a final. O time alviverde soma 24 pontos e só pode ser alcançado pelo Santos, que tem 22. Uma vitória sobre o São Paulo e empate do time de Vila Belmiro frente ao Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista, servirão para concluir a missão.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO X PALMEIRAS

SÃO PAULO - Rafael; Igor Vinícius, Arboleda, Ferraresi e Welington; Alisson, Pablo Maia e Wellington Rato; Lucas, Ferreira e Juan (Galoppo). Técnico: Thiago Carpini.

PALMEIRAS - Weverton; Marcos Rocha, Luan, Murilo e Piquerez; Aníbal Moreno, Zé Rafael, Ríos e Raphael Veiga; Endrick e Flaco López. Técnico: Abel Ferreira.

Árbitro: Matheus Delgado Candançan.

Horário: 20h.

Local: MorumBis.