Fortaleza fecha 1.ª fase da Copa do Brasil contra o Fluminense-PI após ataques em Recife

A primeira fase da Copa do Brasil chegará ao fim apenas neste domingo com o jogo entre Fluminense-PI e Fortaleza. A partida, inicialmente marcada para a última quinta-feira, foi adiada pela CBF após o atentado ao ônibus do clube cearense, que feriu jogadores e delegação física e mentalmente, em Recife.

O duelo está marcado para as 20h30, no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina (PI). Quem avançar, encara na segunda fase o Retrô-PE, que eliminou o estreante Manauara-AM ao vencer por 2 a 1.

A partida, portanto, marca o retorno do Fortaleza ao gramado após o atentado criminoso com bombas caseiras sofrido no último dia 21. Após o conturbado jogo diante do Sport, pela Copa do Nordeste, o ônibus da time tricolor caiu em uma emboscada montada por torcedores de uma organizada do clube pernambucano.

O goleiro João Ricardo, o lateral-esquerdo Gonzalo Escobar, o lateral-direito Dudu, os zagueiros Titi e Brítez e o volante Lucas Sasha foram feridos no ataque e precisaram ser encaminhados ao hospital. Em fotos divulgadas pelo Fortaleza do tratamento dos jogadores dias depois, as de Escobar são as que mais impactam, com cortes no supercílio e na boca. Ele levou 13 pontos no rosto e sofreu trauma cranioencefálico.

Titi também foi bastante afetado, precisando realizar uma cirurgia para retirada de estilhaços de vidro e outros resquícios da região da panturrilha. Thiago Galhardo não sofreu fisicamente, mas mentalmente. O meia revelou estar sofrendo com crises de pânico e pediu afastamento do clube para iniciar tratamento.

O CEO do Fortaleza, Marcelo Paz, defendeu até mesmo a possibilidade do time só voltar a jogar quando seus jogadores se recuperassem das lesões e os responsáveis fossem punidos. Entretanto, devido às punições financeiras e desportivas previstas, isso não ocorrerá. A Polícia Civil segue com as investigações, tem suspeitos identificados, uma confissão, mas nenhuma prisão até o momento.

No último final de semana, o Fortaleza realizou um treino aberto para a sua torcida, que lotou o Alcides Santos para demonstrar apoio ao elenco. O Sport também entrou com o uniforme do time cearense no clássico com o Náutico e levou um cartaz com a mensagem: "Nosso maior rival é o crime. Quem ataca o futebol, ataca todos nós".

Para este duelo, o técnico Juan Pablo Vojvoda não terá, portanto, Titi, Gonzalo Escobar e Thiago Galhardo, que seguem em tratamento. João Ricardo, Brítez, Lucas Sasha e Dudu, outros feridos no atentado, treinaram na semana e devem ser escalados.

Dentro de campo, o Fortaleza chega confiante, pois garantiu classificação direta às semifinais do Campeonato Cearense ao terminar em primeiro lugar de seu grupo, com três vitórias e dois empates. Na Copa do Nordeste, tem duas vitórias, um empate e uma derrota, com sete pontos e só fica atrás do Bahia, com nove, no Grupo B.

Adversário da primeira fase, o Fluminense vive momento de pressão. Mesmo após campanha regular na primeira fase do Campeonato Piauiense, onde avançou às quartas de final. O time foi derrotado em casa pelo Altos, por 3 a 0, na primeira partida, e voltou a perder na quinta-feira, por 2 a 1, sendo eliminado. Neste segundo jogo, porém, o técnico Higor César usou uma escalação alternativa pensando no duelo com o Fortaleza.

A primeira fase da Copa do Brasil é realizada em jogo único. O time melhor posicionado no Ranking de Clubes da CBF joga como visitante, mas tem a vantagem do empate. A segunda fase também é em jogo único, mas em caso de empate a decisão vai para os pênaltis. A partir da terceira fase, são realizados dois jogos.

A Copa do Brasil é atrativa por conta da alta premiação. O Fluminense já garantiu R$ 787,5 mil pela participação na primeira fase. Se avançar, embolsa mais R$ 945 mil. Já o Fortaleza, por ser um clube da Série A, já ganhou R$ 1,47 milhão e busca mais R$ 1,785 milhão. Para se ter uma ideia da alta premiação, se o Fortaleza for campeão, ganhará ao todo R$ 96,4 milhões.