São Paulo e Atlético-GO fazem sondagens e atacante Derek pode deixar o Guarani em 2024

Após ficar sem o atacante Bruno José e o meia Bruninho, o Guarani pode perder outro jogador da linha de frente. Sondado por São Paulo e Atlético-GO, Derek pode deixar o time campineiro em 2024. O clube campineiro detém os 100% dos direitos econômicos do atleta, que tem contrato até o fim de 2025.

Artilheiro do time campineiro em 2023, Derek está valorizado no mercado. Ao todo, foram 38 jogos, com 10 gols. Ele até chegou a brigar pela artilharia da Série B do Brasileiro com Gustavo Coutinho, do Atlético-GO, mas acabou ficando para trás.

Inclusive, o atacante seria o nome ideal visto pela diretoria goiana para substituir o artilheiro da Série B, com 14 gols. Emprestado ao Atlético-GO pelo Fortaleza, o desempenho de Gustavo Coutinho na Série B fez a direção cearense relacioná-lo de novo em seu elenco em 2024.

De outro lado, o São Paulo vê em Derek uma possibilidade de ser reserva de Calleri. Com quatro competições em 2024 (Paulistão, Copa do Brasil, Libertadores e Brasileiro), o time de Dorival Jr busca peças para reforçar o elenco para suportar o calendário.

No elenco, o São Paulo tem Erison como centroavante, mas o mesmo tem seu contrato para se encerrar no fim do ano. A diretoria não pensa em comprar o jogador em definitivo, mas sinalizou com uma renovação do empréstimo. Pedro Raul, ex-Vasco e que é reserva do Toluca do México, também é de interesse do time da capital.

De férias, o Guarani começa a se planejar para o Campeonato Paulista. O time caiu em um grupo complicado, com o atual campeão e vice, Palmeiras e Água Santa, além de seu arquirrival, a Ponte Preta.

Antes disso, o time vem reformando novamente o gramado do estádio Brinco de Ouro da Princesa. Além da troca de grama nas áreas e da revitalização geral, o campo ainda passará por um tratamento especial no solo, melhorando a drenagem.

No meio do ano, o Guarani aproveitou uma sequência de jogos como visitante para plantar a 'grama de inverno'. Entretanto, a reforma acabou prejudicando a drenagem em 65% e atrapalhou o desempenho do time em alguns jogos na Série B do Campeonato Brasileiro, como no dérbi, diante da Ponte Preta, e contra o Criciúma.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora