Torcedor tem mal súbito e morre na arquibancada durante jogo do Campeonato Espanhol

O jogo entre Granada e Athletic de Bilbao, válido pela 16ª rodada do Campeonato Espanhol, foi suspenso neste domingo, ainda no primeiro tempo, após um torcedor do Granada passar mal na arquibancada do estádio Nuevo Los Cármenes. De acordo com o time da casa, um homem sofreu uma parada cardíaca e foi socorrido no local, mas não resistiu.

A partida era vencida por 1 a 0 pela equipe visitante até os 18 minutos da etapa inicial, quando o goleiro do Athletic, Unai Simon, percebeu uma movimentação atípica na arquibancada e sinalizou para a arbitragem. Em seguida, o jogo foi paralisado e os jogadores, inicialmente, permaneceram em campo, mas foram orientados a irem até os vestiários até que a situação fosse esclarecida.

Após quase cerca de uma hora, as equipes foram avisadas da morte do torcedor. Com a notícia, Granada e Athletic de Bilbao, em concordância com a LaLiga, entidade que organiza Campeonato Espanhol, decidiram pela suspensão do jogo.

Vice-lanterna do Campeonato Espanhol, o Granada escreveu uma mensagem sobre o ocorrido. "Enviamos as mais sinceras condolências à família e amigos, bem como a toda a família Granada", disse o perfil oficial do clube na redes social X (antigo Twitter).

"Lamentamos profundamente termos que comunicar o falecimento de um torcedor nosso. Enviamos nossas condolências e carinho a sua família. E agradecemos a colaboração os médico que rapidamente colaboraram conosco. O futebol passa ao último plano. É uma tragédia", disse o diretor institucional do clube, Alfredo García Amado.

O perfil da LaLiga também lamentou a morte ao anunciar que a partida foi suspensa. "Acompanhamos a sua família e amigos, bem como todos os torcedores do Granada CF, nos seus sentimentos", escreveu no X, antigo Twitter.

O presidente do Athletic de Bilbao afirmou que uma nova data já é discutida entre a liga e os clubes. "Lamentamos profundamente o falecimento do torcedor do Granada. Foi uma pena que a partida tenha sido suspensa, mas não há nada mais importante que a vida", disse Jon Uriarte, lamentando a morte no estádio.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora