Corinthians inicia reformulação para a temporada 2024 e 4 jogadores não terão contrato renovado

A tão prometida reformulação no elenco do Corinthians após vexame em 2023 já começou. Renato Augusto, Gil, Giuliano e Cantillo não vão permanecer no Parque São Jorge. A informação foi divulgada pelo GE e confirmada pelo Estadão.

A limpeza do elenco promete ser gigante. Augusto Melo, o presidente recentemente eleito, não esconde de ninguém que pretende contratar mais de 10 nomes para 2024 após ver a equipe lutando contra o rebaixamento e apanhando em casa, como nas derrotas para Bahia, por 5 a 1, e Internacional, por 2 a 1, ambos até então sem ganhar na Neo Química Arena.

Renato Augusto pode pintar no Fluminense, já que Fernando Diniz é admirador de seu futebol. Irritado com a demora do Corinthians em procurá-lo para uma negociação, o meia já tinha até esvaziado seu armário no clube.

Os problemas físicos pesaram para Renato Augusto em 2023 ano no qual atuou somente 44 vezes, anotando cinco gols e dando 10 assistências. Mas sai como ídolo e com muitos lamentando sua dispensa.

Giuliano já tinha até falado em tom de despedida dias atrás. Ciente que o clube passaria por reformulação, disse que sairia "com o dever cumprido." Ele escolheu o Corinthians em disputa com o Internacional, seu ex-clube, mas só voltou a jogar com regularidade na reta final do Brasileirão.

O zagueiro Gil até toparia reduzir o salário por uma aposentadoria no clube. Mas a bronca da torcida com os veteranos acabou custando caro. Ainda mais em ano com falhas grotescas e com dolorosas derrotas.

O defensor estava nos planos do Sport caso o time pernambucano conseguisse o acesso na Série B, o que não ocorreu. Tem, ainda, uma sondagem do Atlético-GO, de volta a elite em 2024. De início, não se animou, mas com a saída do Corinthians, pode mudar seus planos e aceitar jogar em Goiânia.

O jogador sai como uma das estrelas das conquistas da Recopa e do Paulistão de 2013 e, sobretudo, do Brasileirão de 2015, com o Corinthians melhor em tudo: ataque mais produtivo, defesa menos vazada, quem mais ganhou, menos perdeu, mandante e visitante com mais pontos.

O técnico Mano Menezes disse que só trataria das mudanças no elenco após o Brasileirão. Mas ele não teria peso sobre o fico ou não dos atuais jogadores. O presidente eleito Augusto Melo anunciou que a decisão seria totalmente dele e parece vir cumprindo à risca sua garantia de eu mudaria a equipe.

Mais jogadores têm o contrato se encerrando no dia 31 de dezembro e podem também se despedir em breve. Fábio Santos anunciou a aposentadoria, enquanto o colombiano Cantillo já vinha encostado. Bruno Méndez também deve sair após pedir R$ 700 mil para renovar. Ele barganha com o clube usando possível proposta do Flamengo e andou irritando o futuro presidente.

O volante Maycon pode ser devolvido para o futebol ucraniano (Shakthar), enquanto Ruan Oliveira e Gustavo Silva só permanecem porque estão machucados - o meia rompeu os ligamentos do joelho direito diante do Coritiba.

Até mesmo quem tem vínculo com o clube não está garantido. Fagner tem contrato até dezembro de 2024, mas terminou o ano em baixa e com questionamentos sobre o físico. Seu reserva, o português Rafael Ramos, ainda tem contrato por mais seis meses, mas também pode ser dispensado, pois vive machucado e quase nunca jogando.

Por outro lado, sobram nomes de possíveis reforços. Depois de falar que Gabigol tem a cara do Corinthians, Augusto Melo gostaria que o atacante reduzisse sua pedida. O jogador do Flamengo até já renova um apartamento que tem em São Paulo.

Matías Viña, da Roma, também já estaria apalavrado, como Hugo, do Goiás. Ambos viriam para a lateral esquerda. No meio, Marcelino Moreno, do Coritiba, agrada. Mas é possível que venha um nome de peso.

O Corinthians também faz sondagens sobre a situação de Soteldo no Santos. E já sabe que Marcos Leonardo vai para a Europa.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes