STJD multa Hulk por reclamação no empate do Atlético-MG com o América-MG

O atacante Hulk, do Atlético-MG, foi multado hoje (06) em RS 100 mil pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por causa da expulsão e das reclamações feitas no clássico com o América-MG. O jogo foi válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro e terminou em 1 a 1, em Uberlândia.

Metade da multa (R$ 50 mil) vai ser paga em até dez dias. A outra metade dividida entre cinco instituições de caridade indicadas pelo STJD em até 30 dias.

Segundo o STJD, "o fato gerou denúncia da Procuradoria contra Hulk por ofender a arbitragem (artigo 243-F), invadir o campo após o fim do jogo, considerando que o atleta foi expulso e deveria se dirigir imediatamente para o vestiário (artigo 258-B) e desrespeitar a equipe de arbitragem após o apito final (artigo 258, inciso II)".

No jogo, disputado dia 4 de novembro, Hulk recebeu cartão amarelo por reclamação, aos 50 minutos do segundo tempo. Prosseguiu não concordando com a atitude da arbitragem e tomou o vermelho. Deixou o gramado fazendo sinais de "roubo" com as mãos. Após o fim do jogo, o camisa 7 do Atlético-MG disse em entrevista que iria deixar o futebol brasileiro ao fim da temporada.

Mais calmo, horas depois, gravou um vídeo em sua casa, pedindo desculpas pela atitude. "Foi no calor da emoção ali. Foi de cabeça quente. Foi devido à expulsão ali, onde eu errei e fui expulso justamente", disse o jogador.

As cinco instituições de caridade que receberam R$ 10 mil referentes à multa são: Santa Casa de Misericórdia (São Paulo), Projeto ANDD Social (Brasília), Projeto Ajuda Atleta (São Paulo), Fraternidade Feminina Cruzeiro do Sul Estrela (Brasília) e Associação dos Protetores das pessoas carentes (Minas Gerais).

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes